Coronavírus: Mortes em casa crescem 14% no país; no Amazonas chega a 94,7%

No estado do Amazonas foi registrada uma taxa de 94,7% no aumento de óbitos domiciliares. Dados do Portal da Transparência revelam que 35.551 brasileiros morreram em casa neste ano, contra 30.999 no mesmo período em 2019

Funcionários de SOS Funeral em Manaus 5/5/2020
Funcionários de SOS Funeral em Manaus 5/5/2020 (Foto: REUTERS/Bruno Kelly)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Entre os dias 26 de fevereiro, que marca o início da pandemia do novo coronavírus no Brasil, até 26 de abril, foi registrado um aumento de 14,6% das mortes domiciliares quando comparado ao mesmo período do ano anterior. A informação é do jornal O Estado de. S Paulo

Nos últimos dois meses, foram contabilizados 4.522 óbitos domiciliares a mais do que no mesmo período do ano de 2019, acrescenta a reportagem. A alta é mais forte em Estados com maior incidência de casos da Covid-19, como no Amazonas, que registrou taxa de aumento de 94,7%, ou no Rio de Janeiro, com 34,8%. 

O número elevado de mortes dentro de casa já vinha sendo observados em outros países atingidos pela pandemia. Especialistas apontam fatores como dificuldade de atendimento no sistema de saúde.

Dados disponibilizados pelo Portal da Transparência revelam que 35.551 brasileiros morreram em casa neste ano no período analisado contra 30.999 no mesmo prazo no ano de 2019

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247