Diante de subnotificação, UERJ participa de estudo para mapear o número real de casos de coronavírus

A estimativa é que haja mais de 2,7 milhões de casos de infecção no país, sendo 288 mil só no Rio de Janeiro

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News

Portal Forum - Levantamentos e projeções feitos pela UERJ e outras instituições brasileiras mostram que o número de pessoas infectadas pelo coronavírus no Brasil pode ser 16 vezes maior que o registro oficial.

O estudo aponta para uma grande subnotificação de casos. A estimativa é que haja mais de 2,7 milhões de casos de infecção no país, sendo 288 mil só no Rio de Janeiro. O Ministério da Saúde contabilizava 203.165 casos confirmados da doença no país, cerca de 19 mil no estado. do Rio. Para o pesquisador Fernando Sanches, do Departamento de Segurança e Saúde do Trabalhador (Dessaude) da Uerj, a incerteza sobre o total de pessoas infectadas e a taxa de mortalidade pela Covid-19, se deve à baixa testagem da população. Há também outras variáveis capazes de promover os cenários: “Temos outros fatores, como a presença de vulnerabilidades, condições socioeconômicas, acesso aos serviços de saúde, nível de educação da população, o entendimento sobre as medidas e estratégias de mitigação, supressão de novos casos ou de agravamento”, disse ele.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email