Fundação Perseu Abramo cria Observatório da Crise do Coronavírus

A Fundação Perseu Abramo anunciou o lançamento do Observatório da Crise do Coronavírus que tem como objetivo de ser um repositório acessível de notícias, iniciativas, políticas, análises e formulações relacionadas ao enfrentamento da crise

Imagem de computador criada pela Nexu Science Communication, em conjunto com o Trinity College, em Dublin, mostra um modelo estruturalmente representativo de um betacoronavírus, que é o tipo de vírus vinculado ao COVID-19, mais conhecido como coronavírus ligado ao surto de Wuhan. 18/02/2020 NEXU Science Communication/via REUTERS
Imagem de computador criada pela Nexu Science Communication, em conjunto com o Trinity College, em Dublin, mostra um modelo estruturalmente representativo de um betacoronavírus, que é o tipo de vírus vinculado ao COVID-19, mais conhecido como coronavírus ligado ao surto de Wuhan. 18/02/2020 NEXU Science Communication/via REUTERS (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 -  A Fundação Perseu Abramo anunciou o lançamento do Observatório da Crise do Coronavírus que tem como objetivo de ser um repositório acessível de notícias, iniciativas, políticas, análises e formulações relacionadas ao enfrentamento da crise  do coronavírus. 

Veja a íntegra da publicação do lançamento: 

Estreia aqui e agora o Observatório da Crise do Coronavírus, iniciativa da Fundação Perseu Abramo (FPA) que visa:

  • ser um repositório acessível, dinâmico e sempre atualizado de notícias, propostas, iniciativas, políticas, análises e formulações relacionadas ao enfrentamento das crises simultâneas que assolam o Brasil e o mundo: a crise de saúde pública ligada à Covid-19; a crise econômica; a crise política e a crise financeira que se avizinha aceleradamente;
  • concentrar debates e troca de informações principalmente sobre os aspectos de saúde pública, economia, trabalho, ciência, tecnologia, inovação, educação e cultura relacionados à crise do coronavírus e seus desdobramentos na sociedade brasileira;
  • divulgar melhores práticas nacionais e internacionais adotadas no combate à pandemia e às suas consequências;
  • atuar como um nó de ampla rede de cientistas, pesquisadores, profissionais e agentes públicos voltada à geração de ideias e ações associadas à superação do quadro emergencial e à reconstrução pós-crises;

A crise sanitária decorrente da pandemia do coronavírus é agravada no Brasil pela omissão e atuação criminosa do governo Bolsonaro. O Observatório se soma, assim, ao esforço da sociedade para proteger a vida, garantir emprego e renda e as condições para manter a economia nacional viva.

O Observatório deseja, necessita e demanda contribuições oriundas de todas e todos que possam oferecer depoimentos, estudos, publicações e sugestões de fontes que abordem qualquer dos aspectos relacionados com seus objetivos, que podem ser encaminhados através do e-mail [email protected]

Ainda em construção, o Observatório disporá de aba específica neste portal da FPA, com seções fixas e páginas variáveis, conforme evoluam a coleta de informações e a produção de conhecimento, com acesso amigável e mecanismo de busca.

E, principalmente, o Observatório se propõe a ser um espaço aberto, democrático, não partidário, eficaz e útil para brasileiras e brasileiros dedicados à travessia e superação do grave momento que vivemos.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email