Governador de Nova York muda discurso e se alinha a Trump: "Deveríamos reabrir"

De acordo com o governador de Nova York, Andrew Cuomo, os estados de Nova York, Nova Jersey, Pensilvânia, Connecticut, Delaware e Rhode Island elegerão um profissional de saúde pública e um consultor econômico, para a formação de um grupo de trabalho com o objetivo de elaborar o plano de reabertura

(Foto: Shannon Stapleton / Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador de Nova York, Andrew Cuomo, afirmou que o estado deve "começar a reabrir" após semanas de quarentena por conta do coronavírus. "Deveríamos estar ansiosos para reabrir, mas reabrir com um plano e um plano inteligente", disse, em coletiva de imprensa. "Se você fizer [a reabertura] errado, pode sair pela culatra".

De acordo com o governador, os estados de Nova York, Nova Jersey, Pensilvânia, Connecticut, Delaware e Rhode Island elegerão um profissional de saúde pública e um consultor econômico, para a formação de um grupo de trabalho com o objetivo de elaborar o plano de reabertura.

Na semana passada, Cuomo lançou uma campanha virtual pedindo que a população ficasse em casa.

Os Estados Unidos lideram o ranking mundial de confirmações, com 578 mil. Em segundo lugar está a Espanha (169,4 mil), seguida pela Itália (159,5 mil) e pela França (136,7 mil). Na quinta posição aparece a Alemanha (128,2 mil).

O território americano soma 23,1 mil mortes no ranking, seguido pelo italiano (20,4 mil) e pelo espanhol (17,4 mil).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247