Médicos de Boris Johnson se prepararam para anunciar sua morte enquanto estava no hospital

Em entrevista ao tabloide The Sun, Johnson afirmou que "litros e mais litros" de oxigênio foram lhe dados enquanto estava no hospital São Thomas em abril

(Foto: Andrew Parsons / No 10 Downing Street)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - Boris Johnson declarou que seus médicos se prepararam para um cenário "estilo morte de Stalin", para anunciar sua hipotética morte quando ele estava hospitalizado por COVID-19.

As revelações de Johnson foram feitas durante uma entrevista em que falou sobre os momentos difíceis durante a doença.

Em entrevista ao tabloide The Sun, Johnson afirmou que "litros e mais litros" de oxigênio foram lhe dados enquanto estava no hospital São Thomas em abril.

"Eu não estava em uma forma particularmente brilhante e tinha consciência de que havia planos de contingência [em caso de morte]. Os médicos tinham todos os tipos de arranjos sobre o que fazer se as coisas dessem erradas", afirmou o primeiro-ministro britânico.

Enquanto os indicadores obtidos por amostras de sangue mostravam piora de seu estado de saúde, Johnson estava ciente da inexistência de meios que garantissem a cura da COVID-19.

Além disso, seus médicos se preparavam para comunicar sua morte "estilo morte de Stalin", segundo ele.

Ajuda dos enfermeiros

Durante a entrevista, o líder britânico salientou a importância que a ajuda de seus enfermeiros teve para se recuperar da doença.

"Isso [a cura] foi graças a alguns enfermeiros maravilhosos [...] Eles fizeram uma grande diferença", afirmou.

Boris Johnson teve teste positivo da COVID-19 no dia 27 de março após apresentar sintomas leves da doença e realizar o teste no dia anterior.

Com a piora do quadro clínico, ele foi transferido para uma unidade de terapia intensiva.

Já em 25 de abril foi anunciada sua total recuperação e o seu retorno total às suas funções.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247