No Sírio-Libanês, 22 pacientes na fila da UTI por causa da Covid-19

É a maior fila desde o começo da pandemia. Todos os 22 contaminados são de fora de São Paulo

Hospital Sírio Libanês (SP)
Hospital Sírio Libanês (SP) (Foto: Reuters/Ricardo Moraes)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, contabilizava nessa quinta-feira (26) uma fila de 22 pessoas para internação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de Covid-19 do hospital. É a maior fila desde o começo da pandemia. Todos os 22 contaminados são de fora de São Paulo, de acordo com informação publicada pela coluna de Lauro Jardim

A UTI do hospital está lotada, com 50 pacientes. Do total, 38 estão intubados (na quarta-feira, eram 32). Fora da UTI, estão mais 105 pacientes diagnosticados com a doença.

O perfil dos pacientes de Covid na UTI vem mudando nos últimos meses. Hoje, é patente o aumento do número de pessoas mais jovens internadas.

Ao comentar o cenário nacional, o neurocientista Miguel Nicolelis afirmou que vê "grande chance de um colapso nacional".

Inscreva-se no canal de cortes do 247 e assista a um vídeo em que o cientista Miguel Nicolelis fala sobre a necessidade de lockdown:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email