Pandemia de coronavírus "não mostra sinais de desaceleração" nas Américas, diz Opas

Segundo a diretora da Opas, Carissa Etienne, diversos países da América Central estão registrando seu maior aumento semanal de casos desde a chegada do vírus

Pessoas com máscaras de proteção facial caminham em rua de comércio popular em São Paulo
Pessoas com máscaras de proteção facial caminham em rua de comércio popular em São Paulo (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - A pandemia do novo coronavírus não mostra “sinais de desaceleração” nas Américas, disse a diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) nesta terça-feira diante da chegada do vírus nas Guianas na costa nordeste do continente e em meio a picos na Bolívia, Equador, Colômbia e Peru.

Carissa Etienne disse em um briefing virtual da base da Opas em Washington que alguns países da América Central estão registrando seu maior aumento semanal de casos desde a chegada do vírus.

Ela acrescentou que, devido ao alto fardo de doenças infecciosas e condições crônicas nas Américas, três em cada dez pessoas —325 milhões— estão correndo “risco aumentado” de desenvolver complicações pela Covid-19.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247