Primeira pessoa vacinada é enfermeira negra do Emílio Ribas em SP

Mônica Calazans tem 54 anos e é linha de frente no combate ao coronavírus. Ela é do grupo de risco: obesa, hipertensa e diabética

Mônica Calazans
Mônica Calazans (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A primeira pessoa vacinada com Coronavac, desenvolvida pela chinesa Sinovac em parceria, no Brasil, com o Instituto Butantan, será uma enfermeira negra que trabalha na UTI do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, segundo coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo.

Mônica Calazans tem 54 anos e é linha de frente no combate ao coronavírus. Ela é do grupo de risco: obesa, hipertensa e diabética.

Mesmo assim, no auge da pandemia do coronavírus em maio, ela decidiu se inscrever para as vagas de enfermagem abertas no regime de CTD (Contrato por Tempo Determinado). Antes disso, ela foi auxiliar de enfermagem por 26 anos.

A vacinação se iniciou no Hospital das Clínicas em São Paulo, neste domingo, 17, assim que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou os imunizantes.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email