Reino Unido relata morte de crianças por síndrome possivelmente ligada à Covid-19

Médicos italianos e britânicos estão investigando um elo possível entre a pandemia de coronavírus e focos de uma doença inflamatória grave entre crianças pequenas que estão chegando aos hospitais com febre alta e artérias inchada

Crianças caminham para a escola em Londres
Crianças caminham para a escola em Londres (Foto: REUTERS/Toby Melville)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - Algumas crianças do Reino Unido sem problemas de saúde preexistentes morreram de uma síndrome inflamatória rara que pesquisadores acreditam estar ligada à Covid-19, disse o secretário da Saúde britânico, Matt Hancock, nesta terça-feira.

Especialistas médicos italianos e britânicos estão investigando um elo possível entre a pandemia de coronavírus e focos de uma doença inflamatória grave entre crianças pequenas que estão chegando aos hospitais com febre alta e artérias inchadas.

Médicos do norte da Itália, uma das áreas mais atingidas do mundo durante a pandemia, relataram números anormalmente altos de crianças de menos de 9 anos com casos graves do que parece ser a Síndrome de Kawasaki, mais comum em partes da Ásia.

“Há algumas crianças que morreram que não tinham problemas de saúde preexistentes”, disse Hancock à LBC Radio.

“É uma nova doença que achamos que pode ser causada pelo coronavírus e o vírus da Covid-19, não estamos 100% certos porque algumas das pessoas que a pegaram não tiveram diagnóstico positivo, então estamos pesquisando muito agora, mas é algo que nos preocupa”.

Até agora se acreditava que as crianças eram muito menos suscetíveis do que seus pais ou avôs às complicações mais fatais provocadas pelo novo coronavírus, mas a doença inflamatória misteriosa observada no Reino Unido, na Itália e na Espanha pode exigir uma reavaliação.

“É rara, embora seja muito significativa para as crianças que a pegam, o número de casos é pequeno”, disse Hancock, um dos ministros à frente da reação britânica à Covid-19.

Ele não informou um número exato de mortes.

A Síndrome de Kawasaki, cuja causa é desconhecida, está associada a febre, irritações de pele, inchaço das glândulas e, em casos graves, inflamação das artérias do coração.

O Serviço Nacional de Saúde britânico diz que a síndrome só afeta cerca de oito de cada 100 mil crianças por ano, a maioria de menos de 5 anos.

Existem alguns indícios de que indivíduos podem herdar uma predisposição à doença, mas o padrão não é claro.

As crianças que foram diagnosticadas com Covid-19 ou seus anticorpos apresentaram sintomas gastrointestinais como dor abdominal, vômito e diarreia nas últimas duas semanas, disse a Associação Pediátrica Espanhola na segunda-feira.

Embora as crianças estivessem com boa saúde no geral, às vezes entravam em estado de choque em questão de horas, exibindo taquicardia e hipotensão mesmo sem febre.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247