Seis capitais estão em risco de colapso, com mais de 90% das UTIs ocupadas

Curitiba, Cuiabá, Belo Horizonte e Florianópolis entraram em lista de cidades em situação crítica, com comprometimento do sistema de saúde para atender pacientes com Covid-19

Unidade de Terapia Intensiva, UTI
Unidade de Terapia Intensiva, UTI (Foto: Marcello Casal Jr/Agꮣia Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Cresce o contágio de coronavírus no país, com incidência maior de casos graves da Covid-19, aumentando para seis o número de capitais em que o sistema público de saúde beira o colapso, com mais de nove em cada dez leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) ocupados.
Natal, Rio Branco, Curitiba, Cuiabá, Belo Horizonte e Florianópolis tinham mais 90% dos leitos de terapia intensiva ocupados nesta segunda-feira (6). Uma semana antes, apenas Natal e Rio Branco superavam esta marca, informa reportagem da Folha de S.Paulo.

Este cenário revela que se agrava a situação em capitais que vinham tendo números baixos na ocupação de leitos até o início de junho e um deslocamento do epicentro da doença para as regiões Sul e Centro-Oeste.

Curitiba está entre as capitais em estado mais crítico, com apenas 18 vagas em leitos para adultos e uma UTI disponível no setor infantil na segunda-feira. 

A cidade continua com as atividades não essenciais fechadas desde que o governo estadual decretou isolamento rígido em municípios onde há crescimento rápido de casos e mortes por Covid-19.

A situação é semelhante em Florianópolis, cidade que já foi considerada exemplo no combate ao coronavírus e ficou cerca de um mês sem registrar mortes pela Covid-19. Agora, com 90% dos leitos ocupados, está perto do colapso do sistema de saúde.

O estado do Mato Grosso também enfrenta alta ocupação de leitos. 

Entre as capitais do Nordeste, Natal segue enfrentando o pior cenário. Nesta terça-feira (7), dos 60 leitos de UTI para pacientes com sintomas da Covid-19 da rede pública estadual da capital, havia apenas dois disponíveis.

Outras capitais do Nordeste, como Salvador e Aracaju, também têm cenário preocupante. Na capital baiana, a ocupação dos leitos de terapia intensiva chegou a 81% nesta semana.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email