Apontado como sócio oculto da Fib Bank, Tolentino tem 6 CPFs na Receita, diz Randolfe

Vice-presidente da CPI da Covid-19 destacou que, dentre os cadastros, dois estariam ativos. Advogado disse que ficaria em silêncio

Marcos Tolentino e Randolfe Rodrigues
Marcos Tolentino e Randolfe Rodrigues (Foto: Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News

Por Marcelo Montanini e Victor Fuzeira, Metrópoles - O vice-presidente da CPI da Covid-19, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), revelou, nesta terça-feira (14/9), em sessão da CPI da Covid, que o advogado Marcos Tolentino, apontado como sócio oculto da Fib Bank, possui a inscrição de pelo menos seis Cadastros de Pessoa Física (CPFs) na Receita Federal, dentre os quais dois estão ativos.

“Por que vossa senhoria tem tantos CPFs cancelado na Receita Federal?”, indagou o senador, destacando que os documentos com as terminações 09, 81, 80, 60 estariam cancelados. “E algo curioso: 84 e 05 estão como regulares. Ninguém pode ter dois CPFs”, acrescentou.

Tolentino disse que não tinha dois CPFs. “Então, a Receita Federal está agindo de má-fé?”, rebateu. O advogado afirmou que ficaria em silêncio.

PUBLICIDADE

Leia a íntegra no Metrópoles.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email