“Arrancar máscara de criança é motivo para o impeachment do Bolsonaro”, diz Lula

Em entrevista nesta sexta-feira, Lula diz que “se a CPI precisava de um crime de Bolsonaro para propor a cassação, está feito, porque a imagem é mais forte que tudo”, referindo-se à cena de Bolsonaro arrancando a máscara de uma criança de colo

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que “arrancar máscara de criança é motivo para o impeachment do Bolsonaro”, ao se referir à cena desta quinta-feira na qual ele pega uma criança no colo durante viagem ao Rio Grande do Norte  e arranca a máscara. Lula falou sobre o assunto em sua entrevista ao programa "Sexta-feira 13h", que estreou nesta sexta (25) na tvPT e foi transmitido ao vivo pela TV 247. No programa de estreia, Lula concedeu entrevista ao jornalista Paulo Moreira Leite, da TV 247, com apresentação da presidenta do PT Gleisi Hoffmann.

“Bolsonaro está cavando sua própria cova porque está cometendo erros absurdos", disse Lula. Ele disse que “Bolsonaro não tem respeito pelos jovens nem pelos velhos, nem pelos índios, não tem repeito pelos negros nem pelos trabalhadores e agora não tem respeito pelas crianças”. E que “se a CPI precisava de um crime de Bolsonaro para propor a cassação, está feito, porque a imagem é mais forte que tudo”.

Veja a cena em que Bolsonaro arranca a máscara da criança de colo, que correu o mundo:

PUBLICIDADE

Assista à entrevista de Lula à tvPT com transmissão pela TV247. Inscreva-se na TV 247, seja membro:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email