Barros desafia Bolsonaro e Lira e diz que não sai da liderança do governo

“Eu sei me defender. Não vou sair da liderança”, disse o deputado Ricardo Barros, que entrou no radar da CPI da Covid em função das denúncias de irregularidades envolvendo a compra da vacina indiana Covaxin. Bolsonaro e Lira até agora não saíram em defesa do líder do governo na Câmara

www.brasil247.com - Ricardo Barros, Bolsonaro e Arthur Lira
Ricardo Barros, Bolsonaro e Arthur Lira (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados | Marcos Corrêa/PR | Júlio Nascimento/PR)


247 - O deputado Ricardo Barros (PP-PR), no centro do escândalo da CPI da Covid, anunciou desafiadoramente numa reunião com aliados que não deixará a liderança do governo na Câmara. A afirmação soa como uma resposta a Jair Bolsonaro e ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que não estão empenhados em defendê-lo publicamente. “Eu sei me defender. Não vou sair da liderança”, disse o parlamentar, de acordo com a coluna da jornalista Malu Gaspar, no jornal O Globo.

A declaração foi feita durante uma reunião de líderes do governo realizada nesta segunda-feira (28). A avaliação de aliados, porém, é que Barros está em uma situação delicada, uma vez que Lira o considera como um desafeto e o vê como um adversário. Já Bolsonaro tem optado pelo silêncio desde que o deputado Luis Miranda (DEM) insinuou ter uma gravação que envolveria o ex-capitão no caso de corrupção na compra da vacina indiana Covaxin.

Ainda segundo a reportagem, Barros também teria negado ser o responsável pelas pressões sofridas pelo servidor do Ministério da Saúde Luis Ricardo Miranda para liberar a importação da vacina indiana. Ele e o irmão, o deputado Luis Miranda, afirmam que denunciaram o caso a Bolsonaro no final de março, no Palácio da Alvorada, e que ele teria citado o nome de Ricardo barros como responsável pelo “rolo”. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A CPI deverá votar nesta semana o requerimento de convocação de Ricardo Barros. O parlamentar deverá ser ouvido na próxima semana. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email