Lobista da Precisa afirma que conheceu Jair Renan Bolsonaro há dois anos

Apontado como lobista da Precisa Medicamentos, Marconny Nunes de Faria fez o sua festa de aniversário no estádio Mané Garrincha, no camarote do filho 04 de Bolsonaro

Jair Renan Bolsonaro e Marconny Faria
Jair Renan Bolsonaro e Marconny Faria (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 -  Empresário Marconny Nunes de Faria, apontado como o lobista da Precisa Medicamentos, admitiu durante depoimento na CPI da Covid nesta quarta-feira (15),  que conhece Renan Bolsonaro, filho mais novo de Jair Bolsonaro, há dois anos e que, em virtude dessa amizade, foi possível viabilizar sua festa de aniversário, em maio deste ano e em plena pandemia, no Estádio Mané Garrincha. O evento foi realizado no camarote do filho 04 de Bolsonaro. 

O Senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) disse que a proximidade com Renan Bolsonaro foi o cartão de visita para que ele fosse procurado pela Precisa para fazer negócios. “Isso mostra o motivo pelo qual o senhor era procurado para fazer lobby”, disse o senador.

O depoente, que durante boa parte da sua oitiva usou o termo “não me lembro” para responder a praticamente todas as perguntas do relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL),  disse também que não mantém nenhum negócio com Jair Renan. Questionado sobre a abertura da empresa de Jair Renan, Faria disse que só apresentou um outro advogado para auxiliar na abertura do negócio. 

PUBLICIDADE

“Ele queria criar uma empresa de influencer e apresentei um colega tributarista que poderia auxiliar na abertura desta empresa". 

Sobre sua relação com Ana Cristina Vale, mãe de Jair Renan e ex-mulher de Bolsonaro, Faria disse que foi apresentada pelo número 04. "Cristina eu conheci pelo filho e o filho conheci por amigos em comum logo que ele chegou em Brasília".

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:


PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email