Precisa conseguiu alteração de contrato com ministério em tempo recorde após recorrer a Elcio Franco

Ofício foi enviado pela diretora da Precisa Medicamentos, Emanuela Medrades, ao então secretário-executivo do Ministério da Saúde, coronel Elcio Franco Filho

www.brasil247.com - Emanuela Medrades, Covaxin e Élcio Franco
Emanuela Medrades, Covaxin e Élcio Franco (Foto: Reuters | Pedro França/Agência Senado | Júlio Nascimento/PR)


247 - Um ofício enviado pela diretora da Precisa Medicamentos, Emanuela Medrades, ao então secretário-executivo do Ministério da Saúde, coronel Elcio Franco Filho, resultou em uma alteração na forma de pagamento pela compra de 20 milhões de doses da vacina indiana Covaxin, a um custo de R$ 1,61 bilhão. A mudança teria sido aceita pela pasta no mesmo dia em que o pedido da Precisa foi efetuado.

De acordo com reportagem do jornal Folha de S. Paulo, o pagamento deveria ser efetuado em dólar,  por meio internacional, a partir da emissão de invoices (faturas internacionais), encaminhadas diretamente à farmacêutica Bharat Biotech. 

O documento teria sido enviado para o ministério às 15h55 do dia 22 de fevereiro. A pasta aceitou a mudança e alterou o termo de referência do contrato que foi assinado três dias depois. Emanuela Medrades será ouvida pela CPI da Covid nesta quarta-feira (14).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Precisa Medicamentos, intermediadora no processo de compra do imunizante, tentou em duas ocasiões assegurar um pagamento antecipado de US$ 45 milhões por um primeiro lote de vacinas importadas da Índia. As invoices, porém,  foram emitidas por uma terceira empresa,  a Madison Biotech, sediada em Cingapura. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ainda conforme a reportagem, quando o ofício foi enviado ao "cel. Élcio Franco", o ministério já havia promovido ao menos três alterações no termo de referência contratual. No documento, Emanuela pediu que o pagamento fosse feito diretamente à Bharat Biotech, "através de invoices a serem emitidas a cada embarque".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 "Considerando a apresentação da proposta pela empresa Precisa, que condicionou o pagamento à empresa estrangeira Bharat Biotech, foi necessário alterar os itens relativos ao pagamento", diz um despacho assinado por Thiago Fernandes da Costa, assessor, e Lauricio Monteiro Cruz, diretor do Departamento de Imunização. A resposta da solicitação aconteceu no mesmo dia em que o pedido de mudança nos termos de referência do contrato foi solicitado. 

Inscreva-se na TV 247, seja membro e assista à sessão da CPI ao vivo: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email