Randolfe denuncia ameaças a senadores e pede proteção policial aos integrantes da CPI

Vice-presidente da CPI da Covid, senador Randolfe Rodrigues, disse que existe uma ação coordenada contra os membros do colegiado e solicitou que a PF investigue as ameaças

(Foto: Reprodução/YouTube)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O vice-presidente da CPI da Covid, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), disse que integrantes do colegiado estão sendo alvos de ameaças por meio de comunicações pessoais enviadas por aplicativos de mensagens e informou que estará comunicando as ocorrências à Polícia Federal ainda nesta terça-feira (18) para que o caso seja investigado. 

Segundo o parlamentar, as ameaças são fruto de uma ação coordenada. Randolfe citou, ainda, o artigo do código penal que define como crime "impedir, ou tentar impedir, mediante violência, ameaça ou assuadas, o regular funcionamento de Comissão Parlamentar de Inquérito, ou o livre exercício das atribuições de qualquer de seus membros", e pediu que o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM) relate o fato à PF.

Aziz disse que o ofício será encaminhado ainda hoje e que essas ameaças viraram rotina, mas ‘o trabalho continua’.

Assista ao vivo na TV 247. 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email