Amiga conta que Paulo Gustavo doou R$ 500 mil para compra de oxigênio na pandemia

A médica e diretora Susana Garcia, que dirigiu “Minha mãe é uma peça 3”, publicou detalhes dos últimos dias de vida do ator

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Amiga de Paulo Gustavo, a médica e diretora Susana Garcia, que dirigiu “Minha mãe é uma peça 3”, postou nas redes sociais alguns detalhes sobre os últimos dias de vida do ator, que morreu nesta terça-feira (4) após quase dois meses internado.

Uma das revelações feitas por Susana, destacada em reportagem do G1, foi a doação de R$ 500 mil feita por Paulo Gustavo para a compra de oxigênio para Manaus, durante o colapso do sistema de saúde na capital durante a pandemia.

Mais cedo nesta quarta-feira, após a notícia da morte de Paulo Gustavo, o padre Julio Lancellotti já havia revelado a contribuição do ator com R$ 1,5 milhão para a construção de um centro de tratamento de câncer.

Em sua mensagem, Susana conta como Paulo fazia questão de ajudar pessoas que trabalharam com ele e passavam por dificuldades na pandemia.

“Como eu admiro o ser humano que você é. A sua generosidade me emociona. Você, na pandemia, depositou por três meses, R$ 1 mil por mês para quase 120 pessoas que trabalharam nos filmes que nós fizemos. Você mandou um e-mail para todo mundo das equipes perguntando quem estava precisando de ajuda. E as pessoas foram tão corretas, que várias falaram que estavam conseguindo segurar e que não precisavam. Mas a maioria recebeu essa ajuda. Na crise em Manaus, você enviou R$ 500 mil para compra de oxigênio e nunca divulgou nada. Lembro um dia, antes de você ser intubado, que você me disse que estava sentindo muita falta de ar, mesmo com cateter de oxigênio, e que você estava feliz de ter comprado oxigênio para as pessoas”, escreveu.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email