Após negar coronavírus, Andrea Bocelli pede desculpas às vítimas do coronavírus

O tenor italiano Andrea Bocelli havia dito que não conhecia ninguém que houvesse entrado em terapia intensiva por causa da doença, durante audiência convocada por partidos de extrema direita no Senado italiano

(Foto: REUTERS/Alex Fraser)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após ter menosprezado e negado a pandemia do coronavírus, o tenor italiano Andrea Bocelli pediu desculpas, nesta quarta-feira, 29. Ele havia dito que não conhecia ninguém que houvesse entrado em terapia intensiva por causa da doença, durante audiência convocada por partidos de extrema direita no Senado italiano.

O cantor foi alvo de críticas nas mídias sociais. Bocelli havia criticado também a quarentena imposta na Itália entre março e maio, dizendo que se sentiu "humilhado e ofendido" por não poder sair de casa.

Em um vídeo no Facebook, o italiano pediu perdão por qualquer sofrimento que tenha causado, dizendo que "não era intenção ofender aqueles que foram atingidos pela Covid-19".

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247