Ator Morgan Freeman é acusado de assédio sexual por 8 mulheres

De 16 mulheres ouvidas pela rede de televisão CNN, oito acusaram o ator americano Morgan Freeman de assédio sexual; as demais relataram que o ator teve “comportamento inapropriado”; um dos casos mostrados envolve uma assistente de produção do filme "Despedida em grande estilo" (2017); ela disse à emissora que Freeman "ficou tentando levantar minha saia e perguntando se eu estava usando calcinha"

De 16 mulheres ouvidas pela rede de televisão CNN, oito acusaram o ator americano Morgan Freeman de assédio sexual; as demais relataram que o ator teve “comportamento inapropriado”; um dos casos mostrados envolve uma assistente de produção do filme "Despedida em grande estilo" (2017); ela disse à emissora que Freeman "ficou tentando levantar minha saia e perguntando se eu estava usando calcinha"
De 16 mulheres ouvidas pela rede de televisão CNN, oito acusaram o ator americano Morgan Freeman de assédio sexual; as demais relataram que o ator teve “comportamento inapropriado”; um dos casos mostrados envolve uma assistente de produção do filme "Despedida em grande estilo" (2017); ela disse à emissora que Freeman "ficou tentando levantar minha saia e perguntando se eu estava usando calcinha" (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Oito mulheres acusaram o ator americano Morgan Freeman de assédio sexual. Ao todo, 16 mulheres foram ouvidas pela rede de televisão CNN. A outra metade relatou que o ator teve “comportamento inapropriado”.

Um dos casos mostrados pela CNN envolve uma jovem assistente de produção que, em 2015, começou a trabalhar no filme "Despedida em grande estilo" (2017). Ela disse à emissora que Freeman "ficou tentando levantar minha saia e perguntando se eu estava usando calcinha".

Em outro filme, "Truque de mestre" (2013), uma mulher integrante sênior da equipe de produção do filme afirmou que ela e uma assistente foram assediadas em várias ocasiões em que Freeman teria feito comentários sobre os corpos de ambas.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247