Beth Carvalho e Nelson Sargento defendem a democracia

Dois dos principais representantes do samba no Brasil também se manifestaram em defesa da democracia, nesta noite no Rio de Janeiro; "Eu não ia dormir sossegado se eu não tivesse vindo aqui hoje", disse Nelson Sargento; "Não vai ter golpe de novo. Reage, reage, meu povo", afirmou Beth Carvalho, fazendo alusão ao samba que ela compôs recentemente

Dois dos principais representantes do samba no Brasil também se manifestaram em defesa da democracia, nesta noite no Rio de Janeiro; "Eu não ia dormir sossegado se eu não tivesse vindo aqui hoje", disse Nelson Sargento; "Não vai ter golpe de novo. Reage, reage, meu povo", afirmou Beth Carvalho, fazendo alusão ao samba que ela compôs recentemente
Dois dos principais representantes do samba no Brasil também se manifestaram em defesa da democracia, nesta noite no Rio de Janeiro; "Eu não ia dormir sossegado se eu não tivesse vindo aqui hoje", disse Nelson Sargento; "Não vai ter golpe de novo. Reage, reage, meu povo", afirmou Beth Carvalho, fazendo alusão ao samba que ela compôs recentemente (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Dois dos principais representantes do samba no Brasil também se manifestaram em defesa da democracia, nesta noite no Rio de Janeiro.

"Eu não ia dormir sossegado se eu não tivesse vindo aqui hoje", disse Nelson Sargento.

"Não vai ter golpe de novo. Reage, reage, meu povo", afirmou Beth Carvalho, fazendo alusão ao samba que ela compôs recentemente.

Confira, abaixo, o samba composto por Beth Carvalho:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247