Bolsonaro reduz número de membros da indústria no Conselho do Cinema

O presidente Jair Bolsonaro reduziu de seis para três o número de representantes da indústria cinematográfica no Conselho Superior do Cinema, órgão responsável por elaborar a política nacional para o setor

(Foto: Divulgação)

247 - O presidente Jair Bolsonaro reduziu de seis para três o número de representantes da indústria cinematográfica no Conselho Superior do Cinema, órgão responsável por elaborar a política nacional para o setor. Os integrantes do conselho não recebem salário. A mudança, por meio decreto, foi publicada na edição desta sexta-feira (19) do "Diário Oficial da União".

O chefe do Planalto transferiu o conselho do Ministério da Cidadania, que engloba a antiga pasta da Cultura, para a Casa Civil da Presidência da República, chefiada pelo ministro Onyx Lorenzoni.

O conselho formula a política nacional de cinema, aprova diretrizes para o desenvolvimento da indústria audiovisual e estimula a presença do conteúdo brasileiro no mercado.

Onyx indicará para o conselho os representantes da indústria e da sociedade civil. 



Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247