'Chatô, o rei do Brasil' supreendeu quem viu

Adaptação do livro de Fernando Morais, o filme de Guilherme Fontes, que se arrasta há vários anos, recebeu elogios de Cacá Diegues e João Moreira Salles; "Fiquei particularmente impressionado com a qualidade das interpretações dos protagonistas, Marco Ricca e Andréa Beltrão, com a consistência e a densidade delas. Enfim, 'Chatô' é um filme que, depois desses anos todos, bem merece vir à luz", disse Cacá; "O que posso dizer é que o dinheiro captado parecia estar todo na tela", afirmou Moreira Salles

Adaptação do livro de Fernando Morais, o filme de Guilherme Fontes, que se arrasta há vários anos, recebeu elogios de Cacá Diegues e João Moreira Salles; "Fiquei particularmente impressionado com a qualidade das interpretações dos protagonistas, Marco Ricca e Andréa Beltrão, com a consistência e a densidade delas. Enfim, 'Chatô' é um filme que, depois desses anos todos, bem merece vir à luz", disse Cacá; "O que posso dizer é que o dinheiro captado parecia estar todo na tela", afirmou Moreira Salles
Adaptação do livro de Fernando Morais, o filme de Guilherme Fontes, que se arrasta há vários anos, recebeu elogios de Cacá Diegues e João Moreira Salles; "Fiquei particularmente impressionado com a qualidade das interpretações dos protagonistas, Marco Ricca e Andréa Beltrão, com a consistência e a densidade delas. Enfim, 'Chatô' é um filme que, depois desses anos todos, bem merece vir à luz", disse Cacá; "O que posso dizer é que o dinheiro captado parecia estar todo na tela", afirmou Moreira Salles (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O filme 'Chatô, o rei do Brasil", produção que se arrasta há vários anos, pode, enfim, vir a público e surpreender. Eis, abaixo, texto postado por Fernando Morais, autor da biografia de Assis Chateaubriand, sobre o filme:

Guilherme Fontes jura que o filme "chatô", adaptação do meu livro "chatô, o rei do brasil", está pronto para estrear. inschallah! entre as pouquíssimas pessoas que viram a película até agora (eu não quis, prefiro ver no cinema) estão dois respeitados cineastas brasileiros, cacá diegues e joão moreira salles. ambos a viram ainda em fase de finalização. veja o que eles disseram:

Caro Guilherme,
Muito obrigado por me ter projetado a cópia de "Chatô", na sua atual versão de corte. Embora o filme ainda precise ser finalizado, sobretudo em relação à sua trilha sonora e à marcação de luz de suas imagens, já é possível identificar ali o nível de sua qualidade.
Como lhe disse pessoalmente, "Chatô" me pareceu o último filme tropicalista do cinema brasileiro, uma síntese livre de elementos que caracterizaram os filmes que marcaram esse estilo em nosso cinema.
Com sua apurada produção de figurinos e cenários, "Chatô" consegue ser, ao mesmo tempo, a narração de uma incrivel biografia e um registro de sua época. Sua corajosa narrativa alegórica e fragmentária, no entanto, o afasta totalmente do documentário neutro, levando-o na direção de um cinema poético e musical.
Fiquei particularmente impressionado com a qualidade das interpretações dos protagonistas, Marco Ricca e Andréa Beltrão, com a consistência e a densidade delas. Enfim, "Chatô" é um filme que, depois desses anos todos, bem merece vir à luz. Um abraço,
Cacá Diegues

"Assisti ao Chatô há um tempo, não era uma versão final, segundo me lembro faltavam ainda algumas sequencias que o Guilherme esperava filmar assim que conseguisse captar novos recursos. Não sei se ele conseguiu. Para fazer um juízo, precisaria ver de novo. O que posso dizer é que o dinheiro captado parecia estar todo na tela. O filme me pareceu interessante na medida em que expressava uma obsessão, a dele com esse projeto. Era altissonante, bombástico, caótico e maluco – os adjetivos vão usados no melhor dos sentidos. De uma ambição que deixaria o Herzog animado."
João Moreira Salles

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247