Chico avalia retirar sua música do Roda Viva

Depois da entrevista de Michel Temer ao programa da TV Cultura, definida como um "churrascão de amigos" pelo jornalista Glenn Greenwald, o cantor Chico Buarque disse, por meio de sua assessoria de imprensa, que "tem simpatia pela campanha" que pede a retirada de sua música da abertura, mas que "deu autorização para o uso da canção no programa e vale o que está escrito"; ele estuda se o documento que libera o uso da canção tem prazo de validade

Depois da entrevista de Michel Temer ao programa da TV Cultura, definida como um "churrascão de amigos" pelo jornalista Glenn Greenwald, o cantor Chico Buarque disse, por meio de sua assessoria de imprensa, que "tem simpatia pela campanha" que pede a retirada de sua música da abertura, mas que "deu autorização para o uso da canção no programa e vale o que está escrito"; ele estuda se o documento que libera o uso da canção tem prazo de validade
Depois da entrevista de Michel Temer ao programa da TV Cultura, definida como um "churrascão de amigos" pelo jornalista Glenn Greenwald, o cantor Chico Buarque disse, por meio de sua assessoria de imprensa, que "tem simpatia pela campanha" que pede a retirada de sua música da abertura, mas que "deu autorização para o uso da canção no programa e vale o que está escrito"; ele estuda se o documento que libera o uso da canção tem prazo de validade (Foto: Gisele Federicce)

247 – Depois da entrevista concedida por Michel Temer a jornalistas dos maiores veículos da imprensa tradicional no programa Roda Viva, da TV Cultura, definida como um "churrascão de amigos" pelo jornalista Glenn Greenwald, o cantor Chico Buarque avalia retirar sua canção da abertura do programa, onde faz parte desde 2008.

O movimento contra o uso da música de Chico no programa foi lançado inicialmente nesta semana pelo site "Jornalistas Livres", em protesto à entrevista, que causou grande repercussão pelo tom amistoso entre os jornalistas e o presidente, que tem ministros envolvidos na Lava Jato, além do próprio nome, e índices históricos de rejeição.

Por meio de sua assessoria de imprensa, segundo reportagem do UOL, Chico disse que "tem simpatia pela campanha" que pede a retirada da música, mas que "deu autorização para o uso da canção no programa e vale o que está escrito". Ele disse estudar se o documento que libera o uso da canção tem prazo de validade.

"É possível que não [tenha] prazo pré-determinado, Chico vai esperar que a produção do programa peça a renovação e aí vai pensar o que fazer", diz a mensagem. "Que ele tem um certo desconforto de ver a música dele em um programa que, nas últimas edições e já há algum tempo, é bastante diferente e desvirtuado do programa original, ele sente", acrescenta.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247