“Como os ricos pensam”: Supla ataca Doria em rock pesado

O cantor Supla lançou uma música em que critica o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), ao som de rock pesado; "Eleitores do Doria/ Faltaram na aula de história/ Do Brasil, do Brasil, do Brasil", canta Supla, em sua mais recente criação; E lá vem o refrão, marcado por guitarras raivosas, bem construídas, de punk rock pesado: "Magnatas obcecados/ Negócios lucrativos/ Privatizações do espaço coletivo"

Supla e João Doria
Supla e João Doria (Foto: Giuliana Miranda)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A mais nova criação musical de Supla é uma canção que critica o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB).

"Eleitores do Doria/ Faltaram na aula de história/ Do Brasil, do Brasil, do Brasil", canta Supla, em sua mais recente criação; E lá vem o refrão, marcado por guitarras raivosas, bem construídas, de punk rock pesado: "Magnatas obcecados/ Negócios lucrativos/ Privatizações do espaço coletivo".

As informações são de reportagem de Ivan Finotti na Folha de S.Paulo.

"Não se sabe o que o prefeito João Doria (PSDB) achou da citação -procurado pela Folha no domingo (7), preferiu não comentar os versos.

A música também inclui trecho de entrevista de Doria à rádio Jovem Pan em 28/4: 'E volto a dizer a esses grevistas: acordem mais cedo, vagabundos. Recado dado'.

'A canção tem um lado irônico e outro sério", diz Supla. 'Fico impressionado com o número de pessoas dormindo nas ruas da cidade. Isso não é normal; é desumano."

(...)

Mais contundente foi a censura da TV Cultura à banda Alafia, que gravou uma música com o trecho "SP é fio de navalha/ O pior do ruim/ Doria, Alckmin/ Não encosta em mim playboy/ Eu sei que tu quer o meu fim". A repercussão negativa fez a emissora voltar atrás e exibir a íntegra da apresentação.

A canção de Supla, escrita com Tatiana Prudencio, chama 'Como os Ricos Pensam'. A esse respeito, traz os seguintes trechos: 'Prazer exclusivo/ É como os ricos pensam/ Riqueza em excesso emburrece, emburrece/ Totalmente alienado/ Só está preocupado/ Em se refrescar no ar condicionado, condicionado, condicionado'."

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247