“Desmitificar Lula é um crime”, diz Domenico de Masi

Sociólogo italiano Domenico de Masi fez uma defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, alvo de uma caçada judiciária no País; em entrevista à colunista Mônica Bergamo, da Folha, De Masi disse que Lula foi a grande voz dos pobres, quando era sindicalista; "A última coisa que foi retirada do pobre foi Lula", afirmou; "É a grande vitória dos ricos sobre os pobres do Brasil"

Sociólogo italiano Domenico de Masi fez uma defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, alvo de uma caçada judiciária no País; em entrevista à colunista Mônica Bergamo, da Folha, De Masi disse que Lula foi a grande voz dos pobres, quando era sindicalista; "A última coisa que foi retirada do pobre foi Lula", afirmou; "É a grande vitória dos ricos sobre os pobres do Brasil"
Sociólogo italiano Domenico de Masi fez uma defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, alvo de uma caçada judiciária no País; em entrevista à colunista Mônica Bergamo, da Folha, De Masi disse que Lula foi a grande voz dos pobres, quando era sindicalista; "A última coisa que foi retirada do pobre foi Lula", afirmou; "É a grande vitória dos ricos sobre os pobres do Brasil" (Foto: Aquiles Lins)

247 - O sociólogo italiano Domenico de Masi fez uma defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, alvo de uma caçada judiciária no País.

Em entrevista à colunista Mônica Bergamo, da Folha, De Masi classificou como um crime a processo de condução coercitiva do ex-presidente, em março deste ano. 

"Lula foi a grande voz dos pobres, quando era sindicalista. A última coisa que foi retirada do pobre foi Lula", afirmou.

Leia na íntegra as notas:

"OS POBRES

Hoje o Brasil está precisando de uma forte reflexão. Há um número de pobres altíssimo. E eles não têm uma voz. Não há um papa Francisco aqui. Lula foi a grande voz dos pobres, quando era sindicalista. A última coisa que foi retirada do pobre foi Lula.

OS RICOS

É a grande vitória dos ricos sobre os pobres do Brasil. Desmitificar Lula é um crime. Mesmo que ele fosse um criminoso. Mandar policiais levarem Lula para depor [a condução coercitiva dele, em março] é tolher um mito. É um crime."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247