Duviver rebate Feliciano: semana de trabalho do vagabundo tem 72 horas

Em vídeo, deputado Marco Feliciano mandou artistas "procurarem o que fazer", em reação aos protestos contra o presidente interino Michel Temer; colunista Gregorio Duvivier descreve a jornada de um artista “e diz que a semana de trabalho do vagabundo tem 72 horas”; “Ah, mas o dinheiro é ótimo! Certamente menor que o seu, pastor-deputado”, ironiza o humorista 

Em vídeo, deputado Marco Feliciano mandou artistas "procurarem o que fazer", em reação aos protestos contra o presidente interino Michel Temer; colunista Gregorio Duvivier descreve a jornada de um artista “e diz que a semana de trabalho do vagabundo tem 72 horas”; “Ah, mas o dinheiro é ótimo! Certamente menor que o seu, pastor-deputado”, ironiza o humorista 
Em vídeo, deputado Marco Feliciano mandou artistas "procurarem o que fazer", em reação aos protestos contra o presidente interino Michel Temer; colunista Gregorio Duvivier descreve a jornada de um artista “e diz que a semana de trabalho do vagabundo tem 72 horas”; “Ah, mas o dinheiro é ótimo! Certamente menor que o seu, pastor-deputado”, ironiza o humorista  (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O colunista Gregorio Duvivier rebateu o deputado Marco Feliciano. Em vídeo, ele mandou artistas "procurarem o que fazer", em reação aos protestos contra o presidente interino Michel Temer.

Em um artigo intitulado “Um dia de vagabundo”, Duvivier descreve a jornada de um artista e “diz que a semana de trabalho do vagabundo tem 72 horas”.

“Ah, mas o dinheiro é ótimo! Certamente menor que o seu, pastor-deputado”, ironiza o humorista (leia aqui).

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247