Em ato de censura, bandeira antifascista é retirada em Campeonato Brasileiro de Tênis de Mesa

De acordo com Ken Fujioka, membro da organização que levou a faixa para a partida, "a bandeira do Raquetadas Contra O Fascismo foi retirada pela segurança do Centro Paralímpico a pedido de um membro da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) que alegou ser 'político-partidária'"

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A organização "Raquetadas contra o Fascismo" foi obrigada a recolher uma bandeira antifascista do Campeonato Brasileiro de Tênis de Mesa no último fim de semana. 

De acordo com Ken Fujioka, membro da organização que levou a faixa para a partida, "a bandeira do Raquetadas Contra O Fascismo foi retirada pela segurança do Centro Paralímpico a pedido de um membro da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) que alegou ser 'político-partidária'"

Em nota oficial, a CBTM se defendeu dizendo que "não tem nenhum tipo de direcionamento político-partidário, seja ele de direita ou esquerda, e tampouco realiza qualquer tipo de ação de repressão a manifestações de cunho político, partidário, de credo ou de gênero" e que a decisão foi tomada para "evitar um conflito maior".

Pelo Twitter, Fujioka rebateu, dizendo que apenas um torcedor se manifestou contra a bandeira.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247