'Estão querendo triturar a Ancine', diz diretor de 'Brasil, Ame-o ou Deixe-o'

O diretor de cinema Antonio Ferraretto D’Avila, afirma que "estão querendo triturar a Ancine e o cinema nacional" Para ele, a expressão patrulha ideológica define bem a situação que o país está vivendo agora

247 - O diretor de cinema Antonio Ferraretto D’Avila, afirma que "estão querendo triturar a Ancine e o cinema nacional". 

Para ele, a expressão patrulha ideológica define bem a situação que o país está vivendo agora.   D’Avila é diretor filme “Brasil, Ame-o ou Deixe-o”, que começará a ser filmado em agosto.  

Ele diz que que concebeu o filme em 1978 mas deixou o projeto de lado ao considerar que com a redemocratização, perdeu o sentido.  “Mas agora, do jeito que o Brasil está, eu tirei ele da gaveta para traçar o paralelo entre antes [a ditadura militar] e agora”, opina, em nota publicada na coluna de Mônica Bergamo, no jornal Folha de S.Paulo

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247