Fagner: “Aécio me deve desculpas pessoalmente”

Cantor cearense Raimundo Fagner, um dos maiores nomes da música brasileira, cobrou um pedido de desculpas do senador Aécio Neves (PSDB), presidente afastado do PSDB; "Aécio não apenas me decepcionou, mas foi muito triste. Sou amigo dele e essa amizade nunca vai deixar de existir. Mas o que eu me envolvi com ele, o que eu acreditei...o que eu subi em palanque para ele, desde a campanha dele para deputado", reclamou Fagner; "Eu emprestei muito esse trabalho para o Aécio. Para mim, foi uma punhalada. Eu não merecia isso porque emprestei o meu respeito e pisou na bola legal. Aécio me deve desculpas pessoalmente", disse o cantor

Cantor cearense Raimundo Fagner, um dos maiores nomes da música brasileira, cobrou um pedido de desculpas do senador Aécio Neves (PSDB), presidente afastado do PSDB; "Aécio não apenas me decepcionou, mas foi muito triste. Sou amigo dele e essa amizade nunca vai deixar de existir. Mas o que eu me envolvi com ele, o que eu acreditei...o que eu subi em palanque para ele, desde a campanha dele para deputado", reclamou Fagner; "Eu emprestei muito esse trabalho para o Aécio. Para mim, foi uma punhalada. Eu não merecia isso porque emprestei o meu respeito e pisou na bola legal. Aécio me deve desculpas pessoalmente", disse o cantor
Cantor cearense Raimundo Fagner, um dos maiores nomes da música brasileira, cobrou um pedido de desculpas do senador Aécio Neves (PSDB), presidente afastado do PSDB; "Aécio não apenas me decepcionou, mas foi muito triste. Sou amigo dele e essa amizade nunca vai deixar de existir. Mas o que eu me envolvi com ele, o que eu acreditei...o que eu subi em palanque para ele, desde a campanha dele para deputado", reclamou Fagner; "Eu emprestei muito esse trabalho para o Aécio. Para mim, foi uma punhalada. Eu não merecia isso porque emprestei o meu respeito e pisou na bola legal. Aécio me deve desculpas pessoalmente", disse o cantor (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O cantor cearense Raimundo Fagner, um dos maiores nomes da música brasileira, cobrou um pedido de desculpas do senador Aécio Neves (PSDB), presidente afastado do PSDB. 

Em entrevista ao jornalista Sérgio Martins, da Veja, demonstrou ter se sentido enganado pelo tucano. "Aécio não apenas me decepcionou, mas foi muito triste. Sou amigo dele e essa amizade nunca vai deixar de existir. Mas o que eu me envolvi com ele, o que eu acreditei...o que eu subi em palanque para ele, desde a campanha dele para deputado. Me envolvi em todas as suas campanhas, as pessoas acharam até estranho porque ele era um garoto e eu já era um nome consagrado", reclamou Fagner. 

"Eu emprestei muito esse trabalho para o Aécio. Para mim, foi uma punhalada. Eu não merecia isso porque emprestei o meu respeito e pisou na bola legal. Aécio me deve desculpas pessoalmente", disse o cantor. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247