Filme sobre vigilância digital discute papel do Estado nas redes sociais

O curta tem pré-estreia nesta quinta-feira (30), às 17 horas, no canal do Youtube da Forest Comunicação, mesma produtora do “Escola Sem Sentido”

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em meio à uma série de investigações que apuram crimes a partir de fake new nas redes sociais, o diretor Thiago Foresti apresenta o curta Algoritmo. Filme inspirado por estas discussões e que critica o papel do Estado como mediador das interações entre usuários no meio virtual.

O curta, que tem pré-estreia no canal do Youtube da Forest Produções nesta quinta-feira (30), às 17 horas, imagina um futuro distópico com governos autoritários monitorando seus cidadãos

A obra é inspirada no Projeto de Lei 2.630/2020, conhecido como PL das Fake News que foi aprovada pelo Senado como proposta necessária para uma Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet. Na Câmara dos Deputados, as discussões seguem com especialistas que apontam os riscos para a liberdade de expressão e a privacidade dos usuários — obrigados a enviar documentos e enfrentar a burocratização para acessar as redes sociais.

Atento a essas questões, o diretor Thiago Foresti imaginou o mundo distópico do curta-metragem Algoritmo. No filme, o Umbra é um sistema operacional utilizado pelo governo para investigar a vida digital dos cidadãos, roubar seus dados e definir alertas para indivíduos potencialmente subversivos. Nicole (Agda Couto), uma estudante de veterinária de 18 anos, passa a ter sua vida investigada pelo algoritmo do Umbra. Escândalos recentes envolvendo dados pessoais de usuários de apps como Zoom e Facebook mostram que essa realidade não está muito distante.

Escrito e dirigido por Thiago Foresti, o curta foi realizado com baixo orçamento por artistas de Brasília. O diretor ressalta que tudo foi "filmado apenas com celulares. É uma tentativa de trazer uma narrativa contemporânea aliada à qualidade técnica. Para isso contamos com a parceria e colaboração da equipe técnica e do estúdio Astrals, que fez a finalização de som".

“O ‘Algoritmo’ surge como experimentação estética e orçamentária. O resultado final mostrou que a Forest tem potencial para alcançar novos mercados dentro e fora do Brasil. A produtora já está trabalhando no desenvolvimento de uma série baseada no curta.", explica a produtora executiva do filme, Amanda Fernandes.

O curta é o primeiro lançamento da produtora para 2020. No ano passado, a Forest foi reconhecida pelo documentário “Invasão Espacial”, premiado em Gramado, e pelo curta de ficção “Escola Sem Sentido”, que recebeu quatro prêmios na 52ª edição do Festival de Brasília.


Serviço

A live de pré-estreia está marcada para quinta-feira (30). O acesso ao filme será exclusivo para essa data e, após o evento, o filme deve percorrer festivais e mostras de cinema. É uma ótima oportunidade, portanto, de assistir em primeira mão essa nova produção da Forest.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email