Flamengo ganha do Botafogo, em batalha campal: 'Isso não é futebol'

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Foi um menino de 18 anos de idade, Lincoln, curiosamente o autor do gol que deu a vitória ao Flamengo por 1-0 na casa do Botafogo, para a 31ª rodada do Brasileirão, que no final do jogo garantiu que o que aconteceu dentro do gramado “não é futebol”

Em um jogo que ficou marcado por lances muito violentos, uma expulsão, comentários polêmicos dos técnicos e até agressões bárbaras entre torcedores fora do estádio, a verdade é que ninguém parece ter ficado indiferente à enorme agressividade que os jogadores do Botafogo apresentaram na maioria dos lances contra os jogadores do Flamengo. Será que o futebol brasileiro está perdendo um pouco de sua essência, sempre marcada pela alegria e pelo talento de seus jogadores?

Jorge Jesus garante que Botafogo quis parar o Flamengo, batendo

De fato, mais do que o resultado final, que só foi conseguido a um minuto dos 90, o jogo entre Botafogo e Flamengo ficou inevitavelmente marcado pela violência dentro e fora dos gramados, em um jogo que já está sendo considerado o mais violento nessa temporada do Brasileirão 2019. Mas o que motivou toda essa violência inesperada?

Lendo as notícias de futebol do Brasil, fica evidente que Jorge Jesus considera que o principal motivo para os jogadores do Botafogo terem jogado de forma violenta, durante os 90 minutos, foi motivado por não terem outros argumentos para parar a qualidade dos jogadores do Flamengo, os conseguindo travar apenas através da falta e da violência.

O importante zagueiro do Flamengo Rodrigo Caio também acabou confessando, depois do jogo, que o time do Botafogo acabou sendo muito violento em determinados lances, felicitando, ainda assim, seus companheiros por terem conseguido ultrapassar todas essas adversidades.

Felizmente, nenhum jogador ficou lesionado com gravidade, apesar dos lances violentos que rapidamente se tornarem virais. No entanto, existiram pelo menos dois casos de violência extrema entre torcedores dos dois times, ao ponto de terminarem pessoas no hospital, em estado crítico.

O que motivou toda essa violência no Botafogo vs Flamengo?

É muito importante, para perceber toda essa violência inesperada que, apesar de nessa temporada existir uma enorme diferença de qualidades entre os dois times, fica evidente que há uma rivalidade histórica entre os dois times, que claramente não foi esquecida nesse jogo da 31ª Rodada do Brasileirão.

Para além desse fator determinante, é crucial analisar a fase que estão atravessando os dois times. Enquanto o Flamengo está praticando um futebol de alta qualidade, estando com quase a vitória no Brasileirão no bolso, com 8 pontos de vantagem do Palmeiras, a 7 jogos do final, e também presente na final da Copa Libertadores, o Botafogo está no lado oposto do espetro, nessa temporada.

Na verdade, o histórico time do Botafogo está lutando com todas suas forças para conseguir sair da zona de rebaixamento, que pode colocar o importante time na Série B. Por isso mesmo, antes mesmo da partida começar, os próprios jogadores do Botafogo sabiam que teriam que fazer algo extra para conseguir travar toda a capacidade ofensiva, muito talentosa, do Flamengo.

A solução encontrada parece ter sido mesmo o anti jogo, mas também o uso excessivo de faltas violentas, que colocavam constantemente a saúde física dos jogadores do Flamengo em risco. Por irónico que possa parecer, o Botafogo acabou perdendo muito por causa da expulsão muito cedo de um dos seus jogadores, por causa de uma falta violenta desnecessária.

Jogador do Botafogo quer que o Flamengo “não ganhe nada”

Prova de que os jogadores do Botafogo estão longe de simpatizar com seus colegas de profissão no Flamengo é que, logo após esse jogo violento, o zagueiro do Botafogo Joel Carli admitiu que o que quer é que o “Flamengo não ganhe nada” e que acabe perdendo a Copa Libertadores para o River Plate, já no próximo dia 23 de novembro.

Muito comentaristas e especialistas brasileiros garantem que esse jogo acaba passando uma má imagem do que é realmente a festa do futebol brasileiro e da qualidade e talento futebolístico que existe nos jogos do Brasileirão. Vale a pena recordar que, para além de estarmos falando de um dos Campeonato mais competitivos do mundo, onde seus estádios estão sempre cheios, alguns dos maiores talentos do futebol mundial saem do futebol brasileiro para o topo. Esperemos que a alegria e o talento presente no Brasileirão acabem sempre sendo superiores em relação à violência que por vezes acaba manchando o futebol.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247