Fotógrafa Karine Garcêz lança “Infância Refugiada – Retratos de um conflito”

Desde 2012, Karine viaja para o Oriente Médio. Já esteve em países como Síria, Líbano, Turquia e Faixa de Gaza na Palestina e registra imagens de de crianças e adolescentes Palestinos que moram em campos de refugiados

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Imagens de crianças e adolescentes Palestinos que moram em campos de refugiados no Líbano, Turquia e Síria estão no livro, que terá noite de autógrafos dia 19, às 19h, na Casa Naara, Centro do Rio de Janeiro e 25 de setembro em São Paulo no Restaurante Al Janiah, 27 Museu da Imigração e 02 de outubro na Faculdade de Direito da USP com uma feira de refugiados empreendedores.

Desde 2012, Karine viaja para o Oriente Médio. Já esteve em países como Síria, Líbano, Turquia e Faixa de Gaza na Palestina . Convertida ao islamismo aos 33 anos, a fotógrafa, que tem formação em Relações Internacionais, decidiu em suas viagens registrar o dia-a-dia das crianças e adolescentes refugiados. O resultado foi uma exposição de fotografias e fotografias inclusivas em parceria com o projeto de Fotografia tátil ( fotos de baixo relevo para pessoas cegas e de baixa visão)da Universidade Federal do Ceará que percorreu algumas cidades do Brasil, agora o livro “Infância Refugiada – Retratos de um conflito”.  

De acordo com o último relatório do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), publicado em 20 de junho de 2019, estima-se que existam hoje, em todo o mundo, mais de 26 milhões de refugiados no mundo. “São pessoas desenraizados de seus lares e de sua cultura, cujos direitos são em sua maioria negados. E suas primeiras e maiores vítimas são as crianças e os adolescentes”, explica Karine.   

 Coragem e ousadia estão presentes na vida desta cearense de 45 anos, do pequeno  distrito de Antonio Diogo, de pouco mais de 9 mil habitantes, que decidiu vencer obstáculos de ser uma mulher, e partir para conhecer a realidade das crianças e jovens refugiados do Oriente Médio. Estas vivências possibilitaram a Karine assimilar como a vida dos jovens brasileiros está próxima às dos refugiados.  O livro foi lançado oficialmente em 19 de agosto, Dia internacional Humanitário,  na Bienal Internacional do Livro do Ceará, pela 2 k Editora, produção independente. No Rio, o local escolhido para o lançamento é a Casa Naara, um coletivo de ideias, criações e pessoas com visão multiplicadora, em São Paulo o Restaurante Al Janiah, construído por refugiados Palestinos, que acolhe refugiados de outros países. 

 Serviço 

Agenda 25 /09 Al Janiah as 19 horas ; 27 /09 Museu da Imigração 15 horas; 28/09  Matilha Cultural 16 horas; 30/09 Metodista as 18 horas; 02 /10 Faculdade de Direito da USP as 19 horas , haverá feira empreendedora de migrantes e refugiados Preço do livro R$ 59,00

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email