Jim Carrey deleta sua conta do Facebook por causa da Rússia

O célebre ator estadunidense declarou que tinha apagado sua página no Facebook devido à "interferência russa" nas eleições; "Estou me livrando de minhas ações do Facebook e apagando minha página, porque o Facebook ganhou lucros com a intervenção russa nas nossas eleições, e até hoje eles não fizeram o necessário para deter isso. Aconselho a todos os outros investidores, que cuidam do nosso futuro, para que façam o mesmo", escreveu Carrey em seu Twitter


O célebre ator estadunidense declarou que tinha apagado sua página no Facebook devido à "interferência russa" nas eleições; "Estou me livrando de minhas ações do Facebook e apagando minha página, porque o Facebook ganhou lucros com a intervenção russa nas nossas eleições, e até hoje eles não fizeram o necessário para deter isso. Aconselho a todos os outros investidores, que cuidam do nosso futuro, para que façam o mesmo", escreveu Carrey em seu Twitter
O célebre ator estadunidense declarou que tinha apagado sua página no Facebook devido à "interferência russa" nas eleições; "Estou me livrando de minhas ações do Facebook e apagando minha página, porque o Facebook ganhou lucros com a intervenção russa nas nossas eleições, e até hoje eles não fizeram o necessário para deter isso. Aconselho a todos os outros investidores, que cuidam do nosso futuro, para que façam o mesmo", escreveu Carrey em seu Twitter (Foto: Leonardo Lucena)

Agência Sputnik - O célebre ator estadunidense declarou na terça-feira (6), que tinha apagado sua página no Facebook devido à "interferência russa" nas eleições.

"Estou me livrando de minhas ações do Facebook e apagando minha página, porque o Facebook ganhou lucros com a intervenção russa nas nossas eleições, e até hoje eles não fizeram o necessário para deter isso. Aconselho a todos os outros investidores, que cuidam do nosso futuro, para que façam o mesmo", escreveu Carrey em seu Twitter.

O ator adicionou a hashtag "unfriendfacebook" e uma imagem com rosto de Mark Zuckerberg, o fundador da famosa rede social.

​Aleksandr Yuschenko, vice-presidente da Duma de Estado da Rússia do Comitê sobre Política de Informação acredita que hoje em dia, o tema sobre a "intervenção russa" continua popular e se vende muito bem.

"O mundo americano — é uma grande Hollywood. E toda a vida política dos EUA virou uma Hollywood política: aquilo que se vende bem está na moda. Hoje em dia, o tema da "intervenção russa" é muito popular e é uma tendência", destacou o deputado em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik.

Para ele, este tema continuará sendo discutido para cobrir outros assuntos importantes. É apenas um jeito de evitar outros problemas complexos, sublinhou.

Anteriormente, o Facebook chegou à conclusão de que por trás de aproximadamente 80 mil publicações, podem estar "protagonistas russos" e que essas mensagens poderiam ser lidas por milhões de norte-americanos. Como isso pode afetar a eleição, não foi informado.

O Congresso norte-americano está realizando uma investigação independente sobre a suposta intervenção russa nas eleições presidenciais nos EUA em 2016. Frequentemente aparecem notícias na mídia com informações de algumas fontes anônimas sobre contatos de Trump com autoridades e homens de negócios russos. A Rússia nega o fato destas ligações e chama todas as acusações de infundadas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247