Jô Soares quer ser o novo "imortal" da ABL

Autor de romances que venderam relativamente bem, incluindo Assassinato na Academia Brasileira de Letras, o humorista já se movimenta por uma cadeira da casa; no fim de semana, o ex-presidente FHC experimentou o fardão que usará na posse prevista para 10 de setembro

Autor de romances que venderam relativamente bem, incluindo Assassinato na Academia Brasileira de Letras, o humorista já se movimenta por uma cadeira da casa; no fim de semana, o ex-presidente FHC experimentou o fardão que usará na posse prevista para 10 de setembro
Autor de romances que venderam relativamente bem, incluindo Assassinato na Academia Brasileira de Letras, o humorista já se movimenta por uma cadeira da casa; no fim de semana, o ex-presidente FHC experimentou o fardão que usará na posse prevista para 10 de setembro (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Depois de FHC, o humorista Jô Soares, que não esconde sua simpatia pelo PSDB, também se movimenta por uma cadeira na Academia Brasileira de Letras. A informação foi posta pela coluna Radar Online:

Jô Soares aspira a imortalidade

Sem alarde, Jô Soares vem se insinuando para a Academia Brasileira de Letras. Recentemente, desembarcou no Rio de Janeiro para um jantar entre imortais no apartamento de Domício Proença. Não está disposto a candidatar-se a nada agora. Se o for, será mais à frente.

Em 2005, aliás, Jô lançou Assassinato na Academia Brasileira de Letras. E há dois anos, a tarde de autógrafos carioca do seu último romance, As Esganadas, foi nos salões da ABL.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email