Livro 'Dilma Roussef - A Senhora da Democracia' é lançado

Uma coletânea que reúne um conjunto de memórias e impressões sobre Dilma Rousseff será lançado em Porto Alegre e Curitiba; o livro conta com artigos de vários intelectuais e quem faz o prefácio é o sociólogo Emir Sader; a organização do volume é de Cleusa Slaviero, editora-executiva da Editora Compactos; a publicação conta a saga da presidente Dilma Rousseff, desde sua atuação como bastião de resistência da democracia no regime militar, até sua eleição e reeleição, quando representou um momento inédito de empoderamento da mulher na cena política brasileira

Livro 'Dilma Roussef - A Senhora da Democracia' é lançado
Livro 'Dilma Roussef - A Senhora da Democracia' é lançado (Foto: Ricardo Stuckert)

247 - Uma coletânea que reúne um conjunto de memórias e impressões sobre Dilma Rousseff será lançado em Porto Alegre e Curitiba. O livro conta com artigos de vários intelectuais e quem faz o prefácio é o sociólogo Emir Sader. A organização do volume é de Cleusa Slaviero, editora-executiva da Editora Compactos. A publicação conta a saga da presidente Dilma Rousseff, desde sua atuação como bastião de resistência da democracia no regime militar, até sua eleição e reeleição, quando representou um momento inédito de empoderamento da mulher na cena política brasileira. 

Confira o material de divulgação da Editora Compactos e um trecho do prefácio de Emir Sader:

"O governo de Dilma Rousseff, única mulher eleita presidenta do Brasil, foi alvo do esfacelamento da democracia brasileira. A posse de Dilma representou uma inédita transferência pacífica e democrática de poder. Após oito anos de Lula, o PT elege e reelege sua sucessora para continuar o ciclo de governança para inéditos 16 anos. Nenhum partido jamais havia conseguido apoio tão longínquo do eleitorado. Ao ser deposta através de uma farsa disfarçada de impeachment, porém, Dilma se torna parte da história também por ser alvo de uma manipulação do sistema legal e de parte da opinião pública. Uma narrativa que ainda está sendo decifrada, e que ganha agora um novo livro que também poderá ajudar a entender o episódio.

O livro Dilma Rousseff – A senhora da democracia é uma produção coletiva de dezenas de autores, moradores de diversas partes do Brasil e no exterior. Membros de diferentes classes sociais e profissionais, ajudam a entender a complexidade da recente história política brasileira e registram o respeito e admiração pela presidenta. Em um período marcado por divisões, a reunião de diferentes perfis de autores que estão sendo publicados pela primeira vez, é uma contribuição inédita para o debate público. A partir destes testemunhos escritos, é possível perceber que a adesão ao projeto de governo do Partido dos Trabalhadores jamais foi uma característica de uma única classe social ou grupos de interesse.

Com essa obra, os autores querem demonstrar o apoio incondicional à presidenta eleita Dilma Rousseff. Estão declarando formalmente que a destituição de Dilma foi resultado de um golpe parlamentar orquestrado pela direita brasileira, que promoveu uma interpretação enviesada da Constituição e manipulou parte da opinião pública no intuito de atender aos próprios interesses. O gesto de lançar esse livro também é uma demonstração de apreço pela democracia, pela legalidade e pela Justiça.

A publicação de Dilma Rousseff – A senhora da democracia, faz parte de uma série de livros da Editora ComPactos que aborda a política brasileira da última década. Já foram lançados Crônicas da Resistência 2016 – Narrativas de uma democracia ameaçada, A Luta Continua, Um Ano de Golpe e Lula. Também nesse segundo semestre, a editora estará lançando o livro Caravana da Esperança – Lula pelo Brasil, uma compilação de trechos dos discursos, textos de lideranças, fotos e crônicas da jornada do ex-presidente e do povo brasileiro que garantiu expressivas recepções ao Lula e sua Caravana em diversos estados brasileiros.

“Nosso trabalho tem alcançado várias pessoas. Desde o cidadão informado e interessado de dialogar com as análises contidas no livro até figuras de grande envergadura intelectual. Todos nós, autores e autoras que nos dedicamos a construir essa mensagem, entendemos que é necessário todo o esforço de cidadão e de militância para recuperarmos a normalidade democrática do país”, aponta Cleusa Slaviero.

Serviço : Livro: Dilma Rousseff – A senhora da Democracia, R$ 35,00

Em Porto Alegre – RS Dia: 10 de agosto Horário: 18 horas Local: Diretório do Partidos dos Trabalhadores de Porto Alegre Endereço: Rua Lima e Silva, 140 – Centro Histórico – Bairro Cidade Baixa – Porto Alegre-RS

Em Curitiba – PR Dia: 11 de agosto Horário: 15 horas Local: Acampamento Marisa Leticia Endereço: Rua padre João Wislinki,278 – Bairro Santa Cândida.


Trechos do prefácio e apresentação de Dilma Rousseff – A senhora da democracia 


Prefácio Dilma do Brasil

"As trajetórias pessoal e política – dificilmente dissociáveis – de Dilma são muito expressivas do Brasil contemporâneo, daquele que ela e tantos de nós vivemos e continuamos a viver.

Estudante que, como tantos outros, chegou à consciência política na virada da historia brasileira da democracia à ditadura, viveu os dilemas de como reagir sem espaço legal, e se integrou à luta clandestina contra a ditadura. Nessa trajetória, conheceu os autores clássicos da esquerda, ao mesmo tempo que se entregava à militância política.

Como uma das vias possíveis naquela época, Dilma aderiu a organiza¬ções que optaram pela prioridade da luta armada. Passou a circular pelo país, conforme as tarefas se impunham. Numa dessas circunstâncias, foi presa.

Caindo nas mãos da ditadura, foi vítima das mais cruéis torturas, diante das quais resistiu com a dignidade que é, ao longo de toda a sua vida, uma de suas características essenciais.

Saindo da prisão, encontrou-se com um país em transição, dedicou¬-se ao estudo de economia na Unicamp, ao mesmo tempo que redefinia sua forma de inserção no Brasil daquele momento.

Reintegrou-se politicamente, aos poucos foi se formando como um quadro competente nos temas de energia, até que assumiu cargos públicos nessa área. O espírito público é um dos outros componentes da trajetória da Dilma.

(...)

Na reeleição, enfrentou duros embates, mas se saiu vencedora. So¬freu, a partir daí, a maior ofensiva contra um governo constituído, desde aquela contra Getúlio.

Foi vítima de um golpe e tornou-se a referência mais importante, dentro e fora do Brasil, da luta democrática.

Um livro sobre Dilma contribui para fazer justiça à sua trajetória, embora seja difícil que se possa, com palavras, recompor todo o significado dessa mulher, dirigente, amiga e companheira."

Emir Sader Sociólogo e Cientista Político 

Veja a lista de autores da obra:

André Vitor B. K. Borba
Claudine Rota
Alexandre Motta Câmara
Suzete Carvalho
Ricardo Töws
Ricardo José Martins
Andréia da Silva Quintanilha Sousa
Francisco Costa in memoriam
Luciano Rezende Moreira
Miriam Salete Goes Shibata
Armando Rodrigues Coelho Neto
Rafael Maracajá Antonino
Angela Maria Kimico Kinzu
Carlos José Alves Ferreira
Elizabeth Christina de Andrade Lima
Nelson Nisenbaum
Fabiana Agra
José Adilson Filho
Yago Felipe Campelo de Lima
Sonia Bastos
Guilherme Coutinho
Elenilda Cavalcante
Gerson Carneiro
Maria José Gama
Fabio SHOK
Cristina Couto
Aldo Moreira
Vania Leite
Elisio Gomes Pacheco
Virginia Dirami Berriel
Wilian Oliveira
Maria Fernanda Arruda Corrêa Cardozo
Ton Cabano
Dirce Umbelina Santos
Ívano Jorge de Castro Corrêa
Cláudia Santiago Alves Carvalhais
Padre Djacy Pereira Brasileiro
Nathalia Ribeiro de Cerqueira
Cleiton Leite Coutinho
Kelles Magalhães
Fernando Cezar Toledo Martins
Sandra Ney Dantas de Macedo
André Pinto Pacheco e Alberto Carvalho dos Santos
Iêda Maria Louzada Guedes
José da Silva
Virna Lúcia Cunha de Farias
Marcelo Gonçalves Marcelino
Fabiane Lopes de Oliveira
Leonardo Ribeiro
Zora Motta
Antonio Ducarmo Santos
Cleusa Slaviero

Leia um trecho da apresentação do volume: 

"O que é o líder senão o condutor de um conjunto de aspirações. Estas surgem antes do líder, possibilitando inclusive sua ascensão, e não se esgotam com o fim de sua contribuição. Mais importante, seguem vivas pela liderança dos sucessores, pois a política como um projeto pessoal de poder, vimos tantas vezes, corrompe. É sempre necessário ter um objetivo maior pelo qual lutar, algo que você recebe, transforma, sofistica e entrega ao futuro. Por isso, uma das maiores inovações da democracia foi distribuir poder, evitando que o destino de um Estado fique subordinado às virtudes e aos vícios de um único governante. Em um Estado ideal, para retomar a referência inicial, o cidadão deveria estar mais atento às ideias que as pessoas. A escolha dele, por meio do voto, é uma representação ideológica. Serve para indicar ao governante quais são os desejos da nação, a forma como está compreendendo o país e qual o objetivo de desenvolvimento tomado para ele.

Com a eleição de Dilma Rousseff, em 2010, pela primeira vez na nossa história democrática tivemos a renovação de um pacto social que começara a ser implantado oito anos antes. A ex-ministra de Lula não representava a si mesma no palanque, e, sim, ao conjunto de conquistas e ao modelo político que o Brasil havia consolidado nos oito anos anteriores. Dilma foi a perfeita antítese ao projeto personalista megalomaníaco de Fernando Collor e à empáfia academicista de FHC. A eleição dela inclusive representou um avanço do próprio Lula. O antecessor de Dilma reuniu a esquerda em torno de si para fortalecer o campo e vencer o pleito, porém, sempre demonstrou que o objetivo era criar uma corrente com capacidade de renovação e adaptação. Ao final de 2010, Lula estava feliz por deixar a presidência imaginando que esse processo estava encaminhado."

Um trecho da contracapa: 

"A biografia de Dilma Rousseff é incompleta, e isso é positivo. Desde que saiu da presidência por uma conspiração e golpe parlamentar, tratou de renovar o sentido de sua luta política. Lutou contra a ditadura, ajudou a reconstruir a democracia no Brasil, foi eleita com 54 milhões de votos e, na batalha contra o golpe, retomou a luta de campo com magnificente protagonismo."


Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247