Na Globo, Fernanda Torres critica política de extermínio de Witzel

Durante o programa "Encontro", da Rede Globo, a atriz Fernanda torres tratou da morte de seis jovens entre 16 e 21 anos, nos últimos seis dias, que morreram vítimas de bala perdida no Rio de Janeiro em meio a uma política genocida promovida pelo governador Wilson Witzel

Fernanda Torres critica política de Witzel
Fernanda Torres critica política de Witzel

Revista Fórum - A atriz Fernanda Torres aproveitou sua participação no programa Encontro, da TV Globo, nesta quinta-feira (15), para criticar a atuação da polícia do Rio de Janeiro na favela da Maré. A apresentadora Fátima Bernardes comentava sobre mais de 1,5 mil cartas enviadas por moradores da Maré à Justiça pedindo o fim dos tiroteios na comunidade. 

“A gente quer a polícia ali, mas não dessa maneira. Não é possível que o Estado só esteja em um lugar como a Maré com policiamento, e não com escola, hospital, saneamento básico. A sociedade perde se a polícia vira o inimigo da Maré”, declarou a atriz.

Fernanda ainda foi além e criticou a mentalidade do extermínio. “Vivemos uma crise econômica, um período de recessão, e o que a classe média branca deseja, de fato, é que alguém vá lá e extermine essa população”, declarou. “Essa ideia de que ‘mataram mais de 50 presos? Ótimo! Deixa que eles se matem lá’ é como se aceitássemos que o Estado não vai se recuperar, não há emprego para essas pessoas, então melhor deixar morrer”, disse ainda a filha de Fernanda Montenegro.

Leia mais na Fórum.

Conheça a TV 247

Mais de Cultura

Ao vivo na TV 247 Youtube 247