Paulo Coelho diz ser “aterrorizante” o silêncio dos poderes diante do avanço do fascismo

Escritor protestou contra o silêncio do Legislativo e do Executivo diante da participar de Jair Bolsonaro numa manifestação fascista que pede o fechamento do Congresso e do STF

Paulo Coelho
Paulo Coelho (Foto: Sputnik / Sergei Zhukov)

247 - O escritor Paulo Coelho criticou o silêncio de parlamentares e de membros do Poder Judiciário sobre os protestos que ocorrem neste domingo (15) convocados por Jair Bolsonaro pelo fechamento do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal. 

"É aterrorizante ver o silêncio covarde do Legislativo e Judiciário", escreveu o escritor no Twitter.

Políticos também criticaram a postura de Jair Bolsonaro, que fez a convocação de atos mesmo com o aumento do número de casos de coronavírus, enquanto autoridades recomendam que as pessoas evitem aglomerações.

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247