Tom Zé ironiza: outros políticos sentirão a imparcialidade do STF

O cantor e compositor Tom Zé escreveu uma carta ao Supremo Tribunal Federal (STF) questionando se, "depois de derrubado o atual governo, outro grupo de políticos assumirá, naturalmente, o poder"; "Conforme está divulgado, boa parte desses possíveis mandatários são acusados de crimes cuja investigação está em andamento e certamente deverão sentir na pele a severidade e a imparcialidade desse digno 'Superior Tribunal Federal''', diz o texto; "Quando o novo governo tomar posse, ainda haverá um STF?", questiona

O cantor e compositor Tom Zé escreveu uma carta ao Supremo Tribunal Federal (STF) questionando se, "depois de derrubado o atual governo, outro grupo de políticos assumirá, naturalmente, o poder"; "Conforme está divulgado, boa parte desses possíveis mandatários são acusados de crimes cuja investigação está em andamento e certamente deverão sentir na pele a severidade e a imparcialidade desse digno 'Superior Tribunal Federal''', diz o texto; "Quando o novo governo tomar posse, ainda haverá um STF?", questiona
O cantor e compositor Tom Zé escreveu uma carta ao Supremo Tribunal Federal (STF) questionando se, "depois de derrubado o atual governo, outro grupo de políticos assumirá, naturalmente, o poder"; "Conforme está divulgado, boa parte desses possíveis mandatários são acusados de crimes cuja investigação está em andamento e certamente deverão sentir na pele a severidade e a imparcialidade desse digno 'Superior Tribunal Federal''', diz o texto; "Quando o novo governo tomar posse, ainda haverá um STF?", questiona (Foto: Leonardo Lucena)

247 - O cantor e compositor Tom Zé escreveu uma carta ao Supremo Tribunal Federal (STF) dizendo que questionando se, depois de derrubado o atual governo, outro grupo de políticos assumirá, naturalmente, o poder".

"Conforme está divulgado, boa parte desses possíveis mandatários são acusados de crimes cuja investigação está em andamento e certamente deverão sentir na pele a severidade e a imparcialidade deses digno 'Superior Tribunal Federal'', diz o texto.

"Quando o novo governo tomar posse, ainda haverá um STF?", questiona. "Se se houver, ainda poderá atuar com a força de que o atual está investido?"

Leia a carta na íntegra:

ESTOU MUITO PREOCUPADO COM UM PEQUENO MAS IMPORTANTE DETALHE.
ANTES, QUERO DIZER QUE JAMAIS PENSEI EM VER NOVAMENTE JUÍZES COMO AQUELES DA MINHA INFÂNCIA.
EM CADA PEQUENA CIDADE, COMO NA MINHA IRARÁ(BA), MEDIANTE O RESPEITO E CONFIANÇA QUE IMPUNHAM, ELES ERAM O CONSOLO DO CORAÇÃO DE TODOS, PRINCIPALMENTE DOS POBRES E PEQUENOS.
FELIZMENTE, ESTAVA ENGANADO E ESTOU ASSISTINDO, COM A PRESENÇA DE VOSSAS EXCELÊNCIAS, A RESSURREIÇÃO DE TODA A BÊNÇÃO QUE REPRESENTAVA A PALAVRA "JUIZ".
MAS, COMO DISSE ACIMA, UMA DÚVIDA ME ATORMENTA:
DEPOIS DE DERRUBADO O ATUAL GOVERNO, OUTRO GRUPO DE POLÍTICOS ASSUMIRÁ, NATURALMENTE, O PODER. CONFORME ESTÁ DIVULGADO, BOA PARTE DESSES POSSÍVEIS NOVOS MANDATÁRIOS SÃO ACUSADOS DE CRIMES CUJA INVESTIGAÇÃO ESTÁ EM ANDAMENTO E CERTAMENTE DEVERÃO SENTIR NA PELE A SEVERIDADE E A IMPARCIALIDADE DESSE DIGNO SUPERIOR TRIBUNAL FEDERAL.
ORA...
É SABIDO QUE O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, OS GOVERNADORES E OUTRAS AUTORIDADES (COM AS CÂMARAS EM CONTINUIDADE), TÊM O COMANDO DO EXÉRCITO, DAS POLÍCIAS E DE TODAS AS FORÇAS EXECUTORAS.
AQUI MINHA DÚVIDA SALTA SOBRE MIM E É A SEGUINTE:
QUANDO O NOVO GOVERNO TOMAR POSSE, AINDA HAVERÁ UM STF?
E SE HOUVER, AINDA PODERÁ ATUAR COM A FORÇA DE QUE O ATUAL ESTÁ INVESTIDO?
COM RESPEITO E ADMIRAÇÃO,
ANTONIO JOSÉ SANTANA MARTINS, EM ARTE TOM ZÉ,
RG 4668743

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247