Baixo retorno da Previdêcia privada frustra investidor

Enquanto Michel Temer segue com seus planos de desmontar a Previdência pública, quem busca como alternativa os planos privados também encontra um cenário desolador: uma pesquisa com 11,6 mil fundos de previdência oferecidos por bancos, seguradoras e gestores independentes mostra que a maioria oferece ganhos inferiores aos que é possível alcançar com aplicações de perfil conservador disponíveis na praça

Cédulas de dinheiro. Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Cédulas de dinheiro. Foto: Marcos Santos/USP Imagens (Foto: Giuliana Miranda)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Estudo feito pela gestora TAG Investimentos com 11,6 mil fundos de previdência oferecidos por bancos, seguradoras e gestores independentes mostra que a maioria oferece ganhos inferiores aos que é possível alcançar com aplicações de perfil conservador disponíveis na praça.

Nos bancos de varejo, que administram o grosso dos investimentos em fundos de previdência, isso é ainda mais difícil. Conforme a TAG, apenas quatro dos dez fundos mais rentáveis são oferecidos por bancos -e apenas os clientes de renda mais elevada conseguem aplicar nesses fundos.

As informações são de reportagem de Danielle Brandt na Folha de S.Paulo.

'Há bons produtos em bancos, mas, na maioria das vezes, são oferecidos para o público private [de alta renda]", afirma Marco Bismarchi, sócio-gestor da TAG. 'Quando o cliente é de varejo, faz sentido fugir do banco.'

Segundo ele, investidores com tempo para pesquisar o mercado conseguem encontrar em distribuidoras independentes fundos com rentabilidade equivalente sem precisar desembolsar os mesmos valores exigidos nos bancos.

O estudo da TAG analisou fundos que exigem aplicação mínima de R$ 10 mil a R$ 30 mil, ou aportes mensais de R$ 500 a R$ 1.000. O levantamento inclui fundos em que planos de previdência complementar administrados por bancos e seguradoras aplicam o dinheiro dos clientes.

De acordo com a Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), os cinco maiores bancos brasileiros administram mais de 90% do dinheiro aplicado em fundos de previdência complementar."

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247