BC mantém juros em 6,5% pela sétima vez consecutiva

O Banco Central manteve nesta quarta-feira a taxa de juros no seu piso histórico, de 6,5 por cento, e indicou que o quadro para a inflação ficou mais benigno, apesar de seguir vendo assimetria em seu balanço de riscos

BC mantém juros em 6,5% pela sétima vez consecutiva
BC mantém juros em 6,5% pela sétima vez consecutiva (Foto: © Ueslei Marcelino / Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

BRASÍLIA (Reuters) - O Banco Central manteve nesta quarta-feira a taxa de juros no seu piso histórico, de 6,5 por cento, e indicou que o quadro para a inflação ficou mais benigno, apesar de seguir vendo assimetria em seu balanço de riscos.

"O Comitê avalia que, desde o último Copom (Comitê de Política Monetária), especialmente quanto ao cenário externo, houve arrefecimento dos riscos inflacionários", disse o comunicado sobre a decisão.

No documento, o BC manteve a projeção de inflação para 2019 pelo cenário de mercado a 3,9 por cento, mesmo patamar visto no Relatório Trimestral de Inflação de dezembro. Para 2020, a estimativa subiu agora a 3,8 por cento, contra 3,6 por cento anteriormente.

Em pesquisa Reuters, todos os 28 economias entrevistados pela Reuters já esperavam que o BC mantivesse sua taxa básica de juros inalterada pela sétima reunião consecutiva.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247