BNDES tem lucro líquido de R$ 8,5 bilhões em 2014

Resultado é 5,4% maior do que o registrado em 2013; apesar do resultado positivo, o BNDES admitiu em seu balanço ter registrado perdas por causa dos investimentos na Petrobras; banco avalia uma perda passível de não recuperação, referente à estatal, no montante de R$ 2,6 bilhões, líquidos dos efeitos tributários; desse valor, R$ 1 bilhão já foi reconhecido no balanço de 2014

Resultado é 5,4% maior do que o registrado em 2013; apesar do resultado positivo, o BNDES admitiu em seu balanço ter registrado perdas por causa dos investimentos na Petrobras; banco avalia uma perda passível de não recuperação, referente à estatal, no montante de R$ 2,6 bilhões, líquidos dos efeitos tributários; desse valor, R$ 1 bilhão já foi reconhecido no balanço de 2014
Resultado é 5,4% maior do que o registrado em 2013; apesar do resultado positivo, o BNDES admitiu em seu balanço ter registrado perdas por causa dos investimentos na Petrobras; banco avalia uma perda passível de não recuperação, referente à estatal, no montante de R$ 2,6 bilhões, líquidos dos efeitos tributários; desse valor, R$ 1 bilhão já foi reconhecido no balanço de 2014 (Foto: Gisele Federicce)

Jornal do Brasil - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou nesta segunda-feira (30) ter registrado lucro líquido de R$ 8,594 bilhões em 2014. O resultado ficou 5,4% acima dos R$ 8,150 bilhões obtidos em 2013. É o terceiro maior lucro alcançado na história do banco. No entanto, apesar do resultado positivo, o BNDES admitiu ter registrado perdas por causa dos investimentos na Petrobras.

O banco avalia uma perda passível de não recuperação, referente à Petrobras, no montante de R$ 2,6 bilhões, líquidos dos efeitos tributários. Desse valor, R$ 1 bilhão já foi reconhecido no balanço de 2014.

O ganho com participações em empresas passou de R$ 2,5 bilhões em 2013 para R$ 2,9 bilhões em 2014, mas o montante de provisões para perdas com ações saltou de R$ 2,04 bilhões em 2013 para R$ 2,8 bilhões em 2014.

De acordo com o BNDES, a influência positiva para o desempenho veio do resultado com financiamentos a projetos (intermediação financeira), que passou de R$ 11,7 bilhões em 2013 para R$ 13,4 bilhões em 2014. O banco informou que também contribuiu para o desempenho a manutenção do índice de inadimplência no mais baixo nível de sua história, de 0,01%, em 2014. Na análise do banco, os demais indicadores, no período, também foram positivos.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247