Bolsonaro cobra juros mais baixos e ações do BB despencam na bolsa

Ações do Banco do Brasil, que abriram a semana em alta, despencaram quase 1% no final da manhã; queda na cotação foi registrada após o presidente Jair Bolsonaro pedir publicamente ao presidente da instituição financeira, Rubem Novaes, que o banco reduzisse os juros para o setor do agronegócio; pouco após a declaração, as ações da estatal , que chegaram a R$ 50,30 durante a manhã, caíram

Bolsonaro cobra juros mais baixos e ações do BB despencam na bolsa
Bolsonaro cobra juros mais baixos e ações do BB despencam na bolsa

247 - As ações do Banco do Brasil, que abriram a semana em alta, despencaram 1% no final da manhã; Queda na cotação foi registrada após o presidente Jair Bolsonaro pedir publicamente ao presidente da instituição financeira, Rubem Novaes, que o banco reduzisse os juros para o setor do agronegócio.

"Agradeço aqui, o nosso prezado Rubem Novaes, presidente do Banco do Brasil, que traz R$ 1 bilhão para investir nessa área. Eu apenas apelo, me deixe fazer uma brincadeira aqui, apenas apelo para o seu coração, para o seu patriotismo, para que esses juros, tendo em vista você parecer um cristão de verdade, caiam um pouquinho mais", disse Bolsonaro nesta segunda-feira (29) durante a Agrishow, feira do setor agropecuário realizada em Ribeirão Preto.

Antes do apelo, Bolsonaro já havia afirmado que o agronegócio "precisa de ajuda dos administradores, não apenas que o Estado atrapalhe". Pouco após a declaração, as ações da estatal , que chegaram a R$ 50,30,caíram. Às 12h39 o recuo chegou a 0,70%, com os papéis cotados a R$ 49 e só voltaram a subir após às 14h, chegando a R$ 49,56.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247