Bolsonaro diz que Petrobrás pode mudar política de preços após chegada do novo presidente da estatal

Segundo Bolsonaro, o novo presidente da estatal vai escolher novos diretores e que, "se for o caso", o Conselho de Administração pode mudar o modelo atual de reajuste

www.brasil247.com -
(Foto: Reuters)


247 - Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira, 22, que a Petrobrás pode alterar sua política de preços após a posse de uma nova diretoria. O chefe de governo enfrenta a pressão dos caminhoneiros, que ameaçam uma grave em caso da manutenção da política de preços dolarizada. 

>>> Novo presidente da Petrobrás deve ser aprovado pelo conselho na sexta-feira

Bolsonaro falou em entrevista à rádio Itatiaia, de Minas Gerais, sobre o indicado do governo para a presidência da estatal, Caio Paes de Andrade. Segundo o ocupante do Palácio do Planalto, o novo presidente da estatal vai escolher novos diretores e que, "se for o caso", o Conselho de Administração pode mudar o modelo atual de reajuste.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Estamos com dificuldade (do novo presidente assumir). Era para ser colocado ontem, passou para hoje, daqui a pouco passa para semana que vem. Qual a ideia desse novo presidente da Petrobrás? Obviamente, ele vai trocar seus direitos. Eu não posso ser eleito presidente, tomar posse e não trocar os ministros. Assim é em qualquer lugar. E esses novos vão dar uma nova dinâmica. Estudar a questão do PPI, se for o caso, o próprio conselho muda o PPI", disse Bolsonaro. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Bolsonaro disse que o preço de paridade de importação (PPI), instituído após o golpe contra Dilma Rousseff, "já cumpriu seu papel" e que, atualmente, está "gangrenando" a Petrobrás. (Com informações do jornal O Globo). 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email