Brasil cresce 1% no 1º tri e sai da recessão, diz IBGE

Crescimento do Produto Interno Bruto do Brasil foi registrado no primeiro trimestre deste ano sobre os três meses anteriores, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); com isso, o país encerrou dois anos seguidos de recessão, a mais longa da história; sobre o primeiro trimestre de 2016, no entanto, o PIB encolheu 0,4% no período; resultado acumulado dos quatro últimos trimestres terminados no primeiro trimestre deste ano, aponta que o PIB teve queda de 2,3% em relação aos quatro trimestres imediatamente anteriores

industria
industria (Foto: Paulo Emílio)

Nielmar de Oliveira, repórter da Agência Brasil - O Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todas as riquezas produzidas no país, cresceu 1% no primeiro trimestre deste ano, em comparação ao quarto trimestre do ano passado, na série com ajuste sazonal. Esta foi a primeira alta na comparação, após dois anos consecutivos de queda.

Os dados relativos ao PIB foram divulgados hoje (1º), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e indicam que, em comparação com igual período de 2016, o PIB recuou 0,4%.

Já no resultado acumulado dos quatro últimos trimestres terminados no primeiro trimestre deste ano, o PIB teve queda de 2,3% em relação aos quatro trimestres imediatamente anteriores.

Segundo o IBGE, em valores correntes, o PIB no primeiro trimestre de março de 2017 totalizou R$ 1,6 trilhão. A taxa de investimento no primeiro trimestre de 2017 foi de 15,6% do PIB, abaixo da observada no mesmo período do ano anterior (16,8%). A taxa de poupança foi de 15,7%, ante 13,9% no mesmo período de 2016.

O PIB apresentou crescimento de 1% na comparação com o primeiro trimestre de 2017 contra o quarto trimestre de 2016, levando-se em consideração a série com ajuste sazonal. A agropecuária teve expansão de 13,4%, a indústria cresceu 0,9% e os Serviços, 0,0%, apresentaram estabilidade.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247