Brasil é hoje um país sem investimentos, diz chefe do BNDES

"O Brasil é um país sem investimentos. A taxa de investimento mal cobre a depreciação (dos ativos). Um país que não consegue rever seu custeio e (corta despesas) em cima da única conta discricionária, que são os investimentos, é um pais infelicitado", afirmou Paulo Rabello de Castro, que comanda o BNDES na administração de Michel Temer

"O Brasil é um país sem investimentos. A taxa de investimento mal cobre a depreciação (dos ativos). Um país que não consegue rever seu custeio e (corta despesas) em cima da única conta discricionária, que são os investimentos, é um pais infelicitado", afirmou Paulo Rabello de Castro, que comanda o BNDES na administração de Michel Temer
"O Brasil é um país sem investimentos. A taxa de investimento mal cobre a depreciação (dos ativos). Um país que não consegue rever seu custeio e (corta despesas) em cima da única conta discricionária, que são os investimentos, é um pais infelicitado", afirmou Paulo Rabello de Castro, que comanda o BNDES na administração de Michel Temer (Foto: Leonardo Attuch)

247 – No mesmo dia em que uma reportagem do Globo revelou que Michel Temer fez com que o nível de investimentos da economia voltasse aos níveis de 2003, o presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro, fez um diagnóstico ainda mais duro.

"O Brasil é um país sem investimentos. A taxa de investimento mal cobre a depreciação (dos ativos). Um país que não consegue rever seu custeio e (corta despesas) em cima da única conta discricionária, que são os investimentos, é um pais infelicitado", disse ele, segundo relata a jornalista Danielle Nogueira.

Leia aqui a íntegra da reportagem.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247