Caixa e BNDES obtêm autorização para resgatar títulos públicos para pagar dividendos

Subsecretaria da Dívida Pública autorizou o resgate de R$ 2,14 bilhões em Letras do Tesouro Nacional (LTNs) pertencentes à Caixa Econômica Federal e de R$ 2,99 bilhões em Letras Financeiras do Tesouro (LFTs) do BNDES como forma de pagamento de dividendos e juros sobre o capital próprio

Subsecretaria da Dívida Pública autorizou o resgate de R$ 2,14 bilhões em Letras do Tesouro Nacional (LTNs) pertencentes à Caixa Econômica Federal e de R$ 2,99 bilhões em Letras Financeiras do Tesouro (LFTs) do BNDES como forma de pagamento de dividendos e juros sobre o capital próprio
Subsecretaria da Dívida Pública autorizou o resgate de R$ 2,14 bilhões em Letras do Tesouro Nacional (LTNs) pertencentes à Caixa Econômica Federal e de R$ 2,99 bilhões em Letras Financeiras do Tesouro (LFTs) do BNDES como forma de pagamento de dividendos e juros sobre o capital próprio (Foto: Gisele Federicce)

SÃO PAULO, 2 Set (Reuters) - A Subsecretaria da Dívida Pública autorizou o resgate de 2,14 bilhões de reais em Letras do Tesouro Nacional (LTNs) pertencentes à Caixa Econômica Federal e de 2,99 bilhões de reais em Letras Financeiras do Tesouro (LFTs) do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) como forma de pagamento de dividendos e juros sobre o capital próprio.

Os pagamentos são referentes ao primeiro semestre do exercício de 2014, segundo portarias publicadas na edição desta terça-feira do Diário Oficial da União.

As LTNs pertencentes à Caixa têm vencimento em 1 de janeiro de 2015, enquanto as LFTs do BNDES têm vencimento em 7 de março de 2015, 1 de setembro de 2018 e 1 de março de 2019.

(Por Priscila Jordão)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247