Com apenas um interessado, governo Bolsonaro privatiza Lotex pelo preço mínimo

Empresa foi privatizada pleo lance mínimo de R$ 96,7 milhões referente a parcela inicial do ônus de outorga. Certame contou apenas com a participação Consórcio Estrela Instantânea, formado pela Scientific Games e IGT

Mega-Sena paga R$ 4,7 milhões
Mega-Sena paga R$ 4,7 milhões (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em sua terceira tentativa de vender a Lotex, conhecida como raspadinha, o governo Jair Bolsonaro privatizou a empresa ao aceitar o lance mínimo de R$ 96,7 milhões referente a parcela inicial do ônus de outorga oferecido pelo consórcio Estrela Instantânea, formado pela Scientific Games e IGT. 

Segundo as regras do edital, a concessão é válida por um prazo de 15 anos e o consórcio deverá pagar outras set parcelas anuais de R$ 103 milhões corrigidas pela inflação. A União deverá ficar com 16,7% da receita obtida pelo consórcio. 

Anteriormente, o governo havia feito duas outras tentativas para privatizar a Lotex que foram canceladas por não haverem interessados. O certame foi realizado nesta terça-feira (22) na sede da B3, em São Paulo, pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES).  

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247