Com apenas um interessado, governo Bolsonaro privatiza Lotex pelo preço mínimo

Empresa foi privatizada pleo lance mínimo de R$ 96,7 milhões referente a parcela inicial do ônus de outorga. Certame contou apenas com a participação Consórcio Estrela Instantânea, formado pela Scientific Games e IGT

Mega-Sena paga R$ 4,7 milhões
Mega-Sena paga R$ 4,7 milhões (Foto: Divulgação)

247 - Em sua terceira tentativa de vender a Lotex, conhecida como raspadinha, o governo Jair Bolsonaro privatizou a empresa ao aceitar o lance mínimo de R$ 96,7 milhões referente a parcela inicial do ônus de outorga oferecido pelo consórcio Estrela Instantânea, formado pela Scientific Games e IGT. 

Segundo as regras do edital, a concessão é válida por um prazo de 15 anos e o consórcio deverá pagar outras set parcelas anuais de R$ 103 milhões corrigidas pela inflação. A União deverá ficar com 16,7% da receita obtida pelo consórcio. 

Anteriormente, o governo havia feito duas outras tentativas para privatizar a Lotex que foram canceladas por não haverem interessados. O certame foi realizado nesta terça-feira (22) na sede da B3, em São Paulo, pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES).  

Ao vivo na TV 247 Youtube 247