Com Bolsonaro, preço da carne volta a subir e tem altas consecutivas há mais de um ano

Apenas em 2021, a cotação da arroba bovina já subiu 13%, o preço chegou a R$ 301,50, de acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo (Cepea Esalq/USP). O valor foi um recorde histórico

Mulher compra carne em açougue em Santo André
Mulher compra carne em açougue em Santo André (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O preço da carne aumentou quase 18% em 2020 em meio à estagnação econômica e ao alto número de desempregados (cerca de 14 milhões). Apenas este ano (2021), a cotação da arroba bovina já subiu 13% - o preço chegava a R$ 301,50 na segunda-feira (8), de acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo (Cepea Esalq/USP), um recorde histórico. A informação foi publicada pelo jornal O Globo

As medidas de incentivo à exportação da carne feitas pelo governo de Jair Bolsonaro tiveram como consequência a redução do produto no mercado interno, o que aumentou os valores. O auxílio emergencial foi outra solução que fez os preços continuar em alta. 

Uma projeção da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec) mostrou que, no período de janeiro a novembro de 2020, as exportações somaram 1,84 milhão de toneladas, um aumento de 9% em relação ao mesmo período de 2019. 

"Os frigoríficos, com o aumento dos preços (no exterior) e a maior demanda das exportações, estão trabalhando com estoques menores, o que faz os preços altos nos mercados", disse o presidente da Bolsa de Gêneros Alimentícios do Estado do Rio de Janeiro (BGARJ), Humberto Margon. "Se a oferta de animais continuar baixa e a exportação abrir com força, a tendência é o mercado continuar com preços em alta", acrescentou. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email