Engajado com Marina, Itaú é o banco mais pessimista

Pior previsão para o crescimento da economia brasileira em 2014 é a do banco presidido por Roberto Setubal e que tem a irmã dele, Neca, como herdeira: 0,1%; projeção foi enviada a clientes; antes, na festa de 90 anos do Unibanco, Setubal declarou voto pela "mudança", referindo-se a Marina Silva, que tem em Neca a maior financiadora do Instituto Marina Silva, com doações de R$ 1 milhão no ano passado; lucro do Itaú no primeiro semestre foi R$ 9,31; mudança para ganhar mais?

Pior previsão para o crescimento da economia brasileira em 2014 é a do banco presidido por Roberto Setubal e que tem a irmã dele, Neca, como herdeira: 0,1%; projeção foi enviada a clientes; antes, na festa de 90 anos do Unibanco, Setubal declarou voto pela "mudança", referindo-se a Marina Silva, que tem em Neca a maior financiadora do Instituto Marina Silva, com doações de R$ 1 milhão no ano passado; lucro do Itaú no primeiro semestre foi R$ 9,31; mudança para ganhar mais?
Pior previsão para o crescimento da economia brasileira em 2014 é a do banco presidido por Roberto Setubal e que tem a irmã dele, Neca, como herdeira: 0,1%; projeção foi enviada a clientes; antes, na festa de 90 anos do Unibanco, Setubal declarou voto pela "mudança", referindo-se a Marina Silva, que tem em Neca a maior financiadora do Instituto Marina Silva, com doações de R$ 1 milhão no ano passado; lucro do Itaú no primeiro semestre foi R$ 9,31; mudança para ganhar mais? (Foto: Ana Pupulin)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O Banco Itaú Unibanco, que já ofereceu, dois anos atrás, R$ 0,01 pela operação do Banco Postal, de milhares de agências montadas, agora usa de novo o número 1 depois da vírgula. Em relatório a clientes, o banco das famílias Setúbal e Moreira Salles rebaixou de 0,6% para 0,1% sua projeção de crescimento do PIB para 2014. É a menor previsão do mercado, abaixo até mesmo da feita pela Mauá Sekular, do ex-diretor do BC Luiz Fernando Figueiredo, que atuou durante a presidência de Armínio Fraga e prevê, agora, uma elevação de apenas 0,3% no PIB.

A nova leitura do quadro econômico pelo Itaú, que tem como economista-chefe outro ex-diretor do BC nos tempos de Fraga, Ilan Goldfajn, combina com a avaliação da agência americana de classificação de risco Moody´s, que também nesta terça-feira 9 mudou sua perspectiva da economia brasileira de estável para negativa.

Como se sabe, as projeções de agentes econômicos, especialmente as feitas pelos maiores – o Itaú Unibanco é o maior banco privado do País, com lucro superior de R$ 4,42 bilhões no segundo trimestre – têm poder suficiente para animar ou afugentar investidores. Perspectivas igualmente influenciam os hábitos e os humores dos consumidores, o que pode acentuar problemas na economia ou contribuir para a sua superação.

O próprio Itaú, no entanto, não tem do que reclamar. Presidido por Roberto Setubal, o banco nunca lucrou tanto como agora. O próprio Setubal, na festa de aniversário de 90 anos do Unibanco, já declarou seu voto pela "mudança", referindo-se a Marina Silva. Acredita-se que seja mudar para melhor. Somente no primeiro semestre, o Itaú apresentou um lucro de R$ 9,31 bilhões, cifra 35% maior do que a alcançada no ano passado. Ou seja, para o banco dos Setubal houve crescimento de 35% e seis meses, mas, para eles, o Brasil só vai crescer 0,1% em um ano inteiro.

A irmã Roberto, Neca Setubal, é uma das principais conselheiras da candidata do PSB e responsável por  82% do recursos obtidos no ano passado pelo Instituto Marina Silva. Neca fez um depósito na conta da fundação e R$ 1 milhão. O Instituto, além da herdeira do Itaú, teve apenas mais uma doação ao longo de 2013.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247