Ex-presidente da Bolsa de Valores Raymundo Magliano Filho morre aos 78 anos, vítima da Covid-19

O empresário deixa três filhos, netos e a atual esposa. A assessoria informou que não haverá velório

Raymundo Magliano Filho
Raymundo Magliano Filho (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Morreu na manhã desta segunda-feira (11) o ex-presidente da Bolsa de Valores brasileira Raymundo Magliano Filho, aos 78 anos. Internado há 46 dias no Hospital Albert Einsten, em São Paulo, o empresário não resistiu às complicações da Covid-19.

Magliano deixa três filhos, netos e a atual esposa.

De acordo com a assessoria, não haverá velório, visto que o empresário morreu de Covid-19 e, portanto, um velório colocaria outros em risco. A previsão é de que o corpo de Magliano seja levado ainda nesta segunda-feira ao Cemitério do Araçá, Zona Oeste.

Em nota de pesar, a B3 afirmou que "perdemos hoje um dos nossos fundadores, um dos pioneiros do mercado de capitais e uma das pessoas que mais incansavelmente nos ajudaram a transformar, inovar e nunca perder o espírito de quem aprende".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email